Golden Globes 2022: o prêmio que ninguém “viu” (lista dos vencedores)

Quando a NBC rompeu com a Hollywood Foreign Press Association, por causa dos escândalos e falta de diversidade, ficamos sem assistir a cerimônia do Golden Globes, que há décadas abre a temporada de premiações. Em tempos de streaming, uma emissora não seria o problema, mas a decisão foi a de não transmitir nada e só informar quem ganhou via site ou twitter. Ousado!

Igualmente frustrante, porque ler sobre “quem venceu”, sem ouvir os agradecimentos e os artistas ficou muito sem-graça. Mas fizeram o que podiam!

Vamos aos vencedores. Foi uma noite quase toda previsível e, em geral, as premiações foram justas.

Entre as mulheres, Jean Smart venceu por uma brilhante atuação em Hacks (que também levou de Melhor Série Comédia), Kate Winslet era a aposta certa por Mare of Easttown e Sarah Snook está surfando no sucesso de Succesion (que ainda encerrou a noite como Melhor Série Drama e Melhor Ator Drama, Jeremy Strong). As latinas e companeiras de West Side Story, Ariana DeBose e Rachel Zegler, também levaram seus Golden Globes pelo clássico revisitado por Steven Spielberg (que ainda levou como Melhor Musical).

Com uma atuação loge de unânime, Nicole Kidman – para mim – foi a zebra da noite, premiada por seu papel como Lucille Ball em Being The Ricardos. A grande favorita aqui era Kirsten Stewart, por Spencer e, embora também esteja longe de elogios de toda crítica, foi melhor como Princesa Diana do que Nicole como Lucille. Já o reconhecimento duplo de Jane Campion, como diretora e Melhor Filme Drama, por The Power of the Dog, foi acertadíssimo.

Duas vitórias eu cantei aqui. Billie Eilish, com sua linda No Time To Die e MJ Rodriguez, essa sim fazendo história como a primeira atriz trans a vencer um prêmio de Melhor Atriz. Pena que foi na cerimônia que ninguém viu.

Entre os homens, Jason Sudeikis repetiu a dose vitoriosa com Ted Lasso e Jeremy Strong, brilhando em Succession, também foi Melhor Ator Drama, em um ano que apenas Brian Cox realmente “ameaçava” alguma coisa. A vitória de Michael Keaton por Dopesick também foi merecida, mas a série perdeu para The Underground Railroad como a Melhor Minissérie do ano. Oh Yeong-su foi o premiado como coadjuvante de série, enquanto Kodi Smit-McPhee foi reconhecido pelo seu excelente trabalho em The Power of the Dog.

Andrew Garfield tinha um apoio para Oscar esse ano por sua atuação em Tick Tick Boom, pelo qual levou o Golden Globes, mas até então, Benedict Cumberbatch era o favorito. Não mais, com a entrada de Will Smith que venceu Benedict por sua atuação em King Richard. O Oscar está entre os três.

Hans Zimmer foi reconhecido por seu trabalho em Duna, mas foi West Side Story que fechou a noite, como o Melhor Filme Musical do ano.

O que podemos apostar aqui é que a lista de indicados do Golden Globes será a mesma para quase todos os prêmios no meio do caminho (SAG, Críticos, etc) portanto em poucas semanas, confirmaremos os preferidos do ano.

Kenneth Branagh levar pelo roteiro de Belfast sinaliza que ainda tem chance no Oscar e Encanto, o longa latino da DIsney, foi o vencedor da noite.

E você, gostou do resultado?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s