Bridgerton está de volta. Prontos para nova febre?

Como publicado no Correio do Estado

O primeiro projeto de Shonda Rhimes para Netflix não teria sido Bridgerton, mas, com o atraso da produção de Inventando Ana, foi justamente com o sensacional drama de época que a showrunner chegou arrasando no streaming. A série virou um fenômeno mundial em 2020 e, convenhamos, nos ajudou muito quando precisávamos de escapismo durante a pandemia. Por essa e outras razões estávamos aguardando ansiosamente a continuação, mas chegou a hora. A partir de sexta, 25 de março, a segunda temporada está disponível na Netflix. Pode deixar, evitarei spoilers aqui.

A essa altura nem preciso explicar que a franquia saiu de uma série de best-sellers escritos por Julia Quinn, brilhantemente adaptados para tela com um elenco que abraça diversidade e que nos revelou novos talentos. É romântica e doce até dar cáries, mas também é sexy e ousada, assim como divertida.

Espertamente, a proposta de Bridgerton é a de focar cada temporada em um dos filhos da família que dá nome à série, sendo que a primeira nos apresentou a linda e decidida Daphne, interpretada por Phoebe Dynevor. Nela a vimos se apaixonar e se casar com o Duque de Hastings, Simon (Rege-Jean Page). Agora é a vez de ficar em cima de Anthony (Jonathan Bailey), o irmão mais velho dos Bridgerton e que está determinado a se casar. Ele elege Edwina Sharma (Charithra Chandran), mas tem que ser aprovado pela irmã dela, Kate (Simone Ashley), com quem terá uma química inegável. Trilha sonora apurada, fotografia e figurinos caprichados, sim, cenas de sexo e nudez e algumas risadas são esperadas nos seis episódios (são dois a menos que a 1ª temporada).

Para curtir Bridgerton é preciso estar com vontade de se deixar levar, sem julgamentos. Séries de época como A Época do Ouro, da HBO MAX, são mais ligadas às regras e fatos históricos, aqui a fantasia romântica norteia a trama. Em tempos difíceis, é sempre bem-vindo.

Mas preciso avisar quem ainda não sabe. Vamos reencontrar Daphne, mas não veremos a grande estrela da estreia, o astro Rege-Jean Page, que não participa da temporada (não acertou sua volta com os produtores). E sim, agora que sabemos quem é a Lady Whistledown, como será que veremos seus furos a la Gossip Girl? Seja como for, a segunda temporada de Bridgerton será determinante para consagrar a franquia. Não é um desafio qualquer e vale conferir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s