A vitória de Meghan Markle

Quando o nome de Meghan Markle passou a ser associado ao do príncipe Harry, embora estivesse fixa no elenco de uma série de relativo sucesso, Suits, ela era virtualmente “ninguém” em comparação a ele. Era necessário um google para tentar localizar “a nova namorada de Harry”, que por conta de sua mãe, seu título e família, tinha o rosto conhecido nos quatro cantos do planeta. De 2017 para cá, tudo mudou e ela passou a ser uma das pessoas mais influentes do mundo, segundo a revista Time (que a colocou na lista (com o marido), em 2021). E sua vitória não pode ser subestimada em nenhum detalhe.

Linda e claramente inteligente, Meghan foi ameaçada, ridicularizada, criticada e humilhada pela imprensa britânica, pelas redes sociais e pior, sem o apoio das pessoas mais próximas à Harry. De oportunista à vingativa, a narrativa se espalhou de forma que não teria volta, mas o casal soube se colocar e hoje está vitorioso, em controle e independente.

A história de Meghan e Harry, infelizmente, tende a ser contada como conto de fadas cheio de vilões que não os queria juntos apenas porque são pessoas cruéis. Essa narrativa rasa é de escolha dos dois e eu lamento pois acho que seriam superiores a isso, mas reconheço que funciona. Há um elemento meio mágico na equação: um lindo príncipe infeliz sem papel de destaque desenhado na História encontra e se apaixona por uma mulher de outra cultura, que lutou por tudo que conseguiu com trabalho, foco e talento. Com ela, encontrou um propósito. Essa história de amor é inegável. 

Quando alegam que Meghan “nunca quis ser parte da Família Real” pode-se apostar que não era mesmo seu plano. Como mulher moderna e independente ela queria a felicidade de seu marido e própria, com trabalho honesto e dedicado. Fez sua tentativa e deu seu melhor, mas encontrou uma barreira intransponível e ainda foi usada como disfarce para abafar outras histórias que a Firma queria esconder. Isso não quer dizer que a leitura de que ela era uma pessoa difícil seja impossível de entender, especialmente em um sistema rígido que não vê a necessidade de mudar. Nada que ela quisesse tentar adaptar estava certo e isso pode ser muito opressor. Grávida, infeliz, sem alternativa que pudesse contemplar, ela chegou a confessar que preferia morrer a seguir como estava. E saiu dessa para não mais voltar. Brava.

Harry sempre foi, vamos admitir, meio bufão. Seu carisma e beleza ainda não encontraram o discurso efetivamente de peso, mas ele tem liderança e bom coração. Faz o que acredita pelo bem e isso é seu maior trunfo como celebridade. Como o sexto em uma linhagem engessada, jamais teria chance ou voz se não se rebelasse. Não imagino que tenha sido fácil escolher sair, mas fez a decisão correta. Ao apoiar Meghan, encontrou a pessoa que o colocou no caminho certo.

Aproveito para fazer um parênteses aqui. Sou contra o profissionalismo do ativismo, que é o coração da atividade do casal, mas reconheço o valor do trabalho dos dois. Mais ainda, reconheço o grande trabalho de marca e posicionamento que Meghan liderou à frente do marido, mesmo se colocando deliberadamente nos bastidores. Espertamente quem tem alguém com o carisma de Harry, não precisa ombreá-lo. 

Se em 2021 Meghan Markle virou autora de best-seller e mãe pela segunda vez, ela certamente está construindo um sólido império de comunicação. Vem aí o reality da Netflix, o podcast da Spotify, mais livros e outros projetos. A sagacidade com a qual soube se reerguer merece toda admiração e aplauso. Em comparação, a estrutura amarrada da Família Real perde sem a menor chance de recuperação. O que é triste é que tudo isso tenha sido alcançado com o rompimento super público das relações familiares. Por mais que a gente goste de saber de bastidores, o único porém ainda é explorar essa transparência que rende venda, audiência e relevância. Observando Meghan, tenho certeza que em breve veremos uma nova estratégia em andamento. Parabéns, mulheres devem olhar para ela com orgulho pois não abaixou a cabeça e voltou com tudo. Rainha do povo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s