E o desafio dos figurinos de House of the Dragon?

Muito se fala de superar ou corrigir os erros de David Benioff e Dan Weiss em Game of Thrones, mesmo que tenham sido poucos e ainda questionáveis. Ao manter Miguel Sapochnik no comando e a música de Ramin Djawadi garante qualidade, mas… e os figurinos? O premiado trabalho de Michele Clapton é uma das contribuições mais brilhantes vistas em uma produção (de TV ou filme), com peças que são obras de arte. E Michele não está em House of the Dragon.

Os figurinos falam com o público: às vezes eles cochicham e às vezes gritam!

Michele Clapton, Game of Thrones

A designer colaborou na narrativa da história com roupas repletas de detalhes, mesclando metal e seda, mantendo as cores e símbolos de cada casa e refletindo o espírito de cada personagem. “Todo meu trabalho depende do roteiro e eu tento interpretar e depois criar em cima da história de cada personagem. Tento dar um suporte às circunstâncias e a história, às vezes sinalizando como se sentem. Os figurinos falam com o público: às vezes eles cochicham e às vezes gritam!”, ela me falou em uma entrevista exclusiva que fiz para CLAUDIA.

Quem tem a difícil missão de substituir a genialidade de Michele em House of the Dragon é a veterana Jany Temime, com produções como a franquia Harry Potter e os filmes Skyfall, Viúva Negra e Judy. O pouco que vimos já nos alivia de qualquer ansiedade.

Jany nasceu na França, filha de donos de empresas francesas de prêt-à-porter, desde nova criava os vestidos de suas bonecas. Formada em História da Arte, começou a carreira como editora de moda na revista Elle, mas logo passou a trabalhar na indústria de cinema, na Holanda. Foi ganhando respeito e depois que se mudou para Londres, entrou para equipes de Harry Potter (assinou os seis filmes da franquia) e 007, entre outros.

Com Viúva Negra, Jany mostrou que uma das melhores do meio, buscando nos uniformes dos exércitos russo e norueguês inspiração para vestir Yelena (Florence Pugh) e Natasha (Scarlett Johansson). Já Judy foi um trabalho de amor e fã.

“Liguei para meu agente e disse a eles que queria fazer isso e que não me importava que eles não tivessem dinheiro! Eu tive que convencê-los de que eu poderia fazer um filme sem dinheiro porque eles não tinham tanta certeza. Cheguei à entrevista mais preparado do que nunca com documentos e esboços e finalmente eles me aceitaram!”, ela contou em uma entrevista. “Sempre fui fã de Judy Garland, e é por isso que quis trabalhar no filme. Mas mais do que ser fã, também me senti atraído por trabalhar com Rupert Goold. Ele é um diretor de teatro e tem um incrível senso de palco. Claro que isso se prestaria bem à sua história”, explicou.

“Eu tenho que dizer que os figurinos de House of the Dragon são simplesmente lindos”, elogiou o ator Matt Smith que vai interpretar Daemon Targaryen. “Ela [Jany] fez um trabalho tão bom. Essa é uma das coisas que acho que podemos realmente nos orgulhar neste show, ou seja, os figurinos realmente entregaram.”


Aqui alguns looks de House of the Dragon.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s