Adeus, Eddie Van Halen, o guitar hero que mudou o rock

Ele mudou o som dos anos 1980s. Sua agilidade impressionante na guitarra desafiava gerações que tiveram que mudar a maneira de tocar para tentar se igualar a ele. Eddie Van Valen, que, ao lado do irmão, Alex, fundou a banda Van Halen, faleceu hoje, 6 de outubro de 2020, por causa de um câncer na garganta. Ele tinha 65 anos.

Nascido na Holanda, filho de mãe indonésia (por isso os olhos puxados), Eddie emigrou para os Estados Unidos ainda novo. O pai era músico clássico (tocava clarineta e saxofone) e treinou os filhos como tal, ensinando piano desde que tinham sete anos de idade.

A música foi uma forma dos meninos quebrarem a barreira do idioma quando chegaram nos Estados Unidos e formaram sua primeira banda quando ainda estavam na escola. Descobertos por Gene Simmons, do Kiss, quando já estavam adolescentes, Van Halen gravou uma demo e acabou fechando um contrato com a Warner Music. A banda veio com tudo no final dos anos 1970s e, aos 22 anos, Eddie Van Halen era um ídolo.

Fã de Erick Clapton e Jimmi Hendrix, para muitos, Eddie se igualou a eles. Em um tempo que surgia a MTV, Van Halen era uma banda pra cima, com cores, saltos, gritos, tudo que fosse superlativo. Acima de tudo a guitarra ágil e cheia de efeitos de Eddie mudou tudo. Quem não tocava como ele, não era considerado mais um guitar hero. Muitos o imitam até hoje. Sua guitarra era apelidada de “Frankenstein”e foi montada especialmente para ele, com componentes e especificações próprias. É uma das mais icônicas do rock. 

Um de seus solos mais reconhecidos é em Beat It, de Michael Jackson, no álbum Thriller.

Na vida pessoal, as drogas e bebida contribuíram para o fim do casamento com a atriz Valerie Bertinelli, depois de 30 anos juntos. A banda também sentiu.

Fumante desde os 12 anos de idade, Eddie descobriu que tinha câncer em 1999, quando operou o quadril e perdeu um terço de sua língua. Inicialmente curado em 2002, descobriu a reincidência em 2019, desta vez, na garganta.

“Meu pai tocou até morrer, é algo que nasce em você”, ele disse em uma entrevista ainda nos anos 1990s. “Você é rock ‘n roll ou não é”, explicou.

Definitivamente, Eddie era.

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s