Globo de Ouro 2021- primeiros palpites

A primeira premiação de cinema e TV (streaming) do ano sempre é, tradicionalmente, o Globo de Ouro. As indicações sempre eram anunciadas em dezembro e no segundo domingo do ano, a festa. Em 2021, por consequência da pandemia, será diferente.

As indicações serão anunciadas no dia 3 de fevereiro. A festa será no dia 28 do mesmo mês. Embora 2020 tenha sido conflituosa para cinema, o streaming conseguiu superar a TV no planejamento e não teve uma interrupção no fornecimento de conteúdo. Netflix, Disney + e Amazon Prime Video tiveram grandes lançamentos e produções. As indicações serão certamente para eles, inclusive em longa metragens.

2020 foi em geral um ano positivo para a Netflix. Hoje, sem nenhum exagero, a plataforma é um dos estúdios mais fortes em Hollywood e estabeleceu novos modelos de negócio que estão definindo o mercado. A Disney ter concedido exibir Mulan no streaming, a Warner com Tenet e Wonder Woman 84… nada será como antes mesmo quando voltar ao “normal”. Por hora, aceitar indicações de filmes lançados direto on demand é exceção, mas será que será uma questão relevante em 2022? Eu suspeito que não mais…

Até o momento, restam poucas dúvidas de indicações para The Crown e The Queen’s Gambit na lista. Como atriz, a mais falada tem sido Vanessa Kirby por Pieces of a Woman. No filme da Netflix, a atriz que ainda reconhecemos como a Princesa Margaret de The Crown (nas 2 primeiras temporadas) e com passagens em franquias como Missão Impossível e Velozes e Furiosos, está espetacular como a mulher que se recupera do luto da morte de um filho (falar mais detalhes seria spoiler). Outra favorita para conseguir uma indicação é Emma Corrin, por sua elogiada estréia como Princesa Diana em The Crown.

Como aconteceu com a despedida de Fleabag em 2020, Schitt’s Creek pode ser uma das vencedoras da noite. Emily in Paris não está descartada, nem Lilly Collins na categoria de atriz em comédia. Elle Fanning, estrela do controverso (e divertido) The Great também está popular entre as apostas e
Zoë Kravitz por High Fidelity, mesmo com o fim da série.

Da HBO as séries Perry Mason e Lovecraft Country devem se destacar, concorrendo com The Crown.

Tem muito mais para falar das temporadas de premiação. A melhor notícia do ano é que teremos Tina Fey e Amy Poehler conduzindo a festa. Em dias usuais, já seria um alívio, mas dentro do contexto atual? Uma benção!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s