Quando Crepúsculo inspirou uma lenda do rock

Stevie Nicks não lançava uma nova canção solo há quase 10 anos quando em 2009 se sentou para ver a sequência de Crepúsculo, Lua Nova. O segundo filme da franquia separava Bella de Edward e a jovem entrava em depressão. E então, veio a cena em que Bella se senta na janela e vê o tempo passar. Ela tocou Stevie.

Segundo a vocalista, a cena a remeteu a ela mesma no passado e reconheceu o sentimento de incerteza e dor por causa de um coração partido. “Ela está sozinha, perdida, Ela está desconectada. Ela não encontra consolo ao redor dela” (She’s lonely, lost, She’s disconnected, She finds no comfort, In her surroundings), ela canta.

Não é a primeira vez que Stevie busca sua própria experiência para escrever canções de amor e separação. Ela usou sua relação com o guitarrista Lindsey Buckingham para alguns dos clássicos do rock, de Dreams ao álbum completo Rumors. Na verdade, alimentado até pelas declarações dela, quase todas as canções de amor parecem ser sobre ele (mas não são). Podemos pensar que Moonlight (A Vampire’s Song) é sobre Lindsey, mas não é certo. É sim, sobre rompimento e espera. Segundo Stevie, Moonlight (A Vampire’s Song) foi escrita rapidamente, mas ela esperou dois anos para inseri-la no álbum, In Your Dreams.

A canção não entrou na trilha do filme, mas “revelou” Stevie Nicks para uma geração mais jovem. A canção é hoje uma das suas mais pedidas. Temos a Crepúsculo para agradecer.

Some call her strange lady from the mountains
Well, yes, and others say she’s not really real
Like a candle burns bright
And it wants to burn faster
Well, maybe then, at least, she really feels
She really feels
Burning like a candle in the middle
She’s lonely, lost, she’s disconnected.
She finds no comfort in her surroundings.
Beautiful, insecure, she has nothing.
She moves from situation to situation, like a ghost.
Then she see’s him, candle burning.
It’s strange, she runs with the ones she can’t keep up with
It’s so strange, slows down, so desperate to stop her
Meet her in the middle, they both run from the one who hunts them.
They drop to the forest floor, frozen,
They drop to the forest floor, frozen
He loves her, but he loves his life alone as well
But does he know the road or the reasons why
Well, if he leaves her
He’d be losing the chance to stay alive
Well, the candle burns bright
Then the candle dies
Burning from the middle
Like a candle
It’s strange, she runs with the ones she can’t keep up with
It’s so strange, slows down, so desperate to stop her
Meet her in the middle, they both run from the one who hunts them.
They drop to the forest floor, frozen,
They drop to the forest floor, frozen
Strange, she’s laid on the floor in silent pain
Strange, she sat in the chair for months just staring
Strange, she knows too much to walk away
Strange, she couldn’t do it anyway,
Strange, she’s laid on the floor in silent pain
Strange, she sat in the chair for months just staring
Strange, she knows too much to walk away
Strange, she couldn’t do it anyway
He slows down, he slows down,
He slows down,
She couldn’t do it
She couldn’t do it

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s