Um toque brasileiro nas jóias da Rainha

Ao longo de seus (quase) 70 anos como Rainha, Elizabeth II foi vista com o conjunto completo de jóias brasileiras de sua coleção diversas vezes. São consideradas suas favoritas e algumas das mais bonitas de sua coleção. É o conjunto de diamantes e pedras preciosas água-marinhas, que está em sua coleção desde 1953, quando o Governo brasileiro a presenteou com um colar e brincos por ocasião de sua coroação.

A peça original foi dada por Assis Chateaubriand, então embaixador em Londres, em nome do então presidente Getúlio Vargas. Cinco anos depois, quando visitou o país pela primeira vez, foi a vez do presidente Juscelino Kubitschek acrescentar novas peças ao conjunto feito de águas-marinhas extraídas do alto da Pedra da Onça, em Itarana, na região centro-serrana do Espírito Santo. Na terceira visita, em 1968, foi o presidente Costa e Silva que voltou a presenteá-la com novas peças e – a essa altura já fã – Elizabeth II remodelou algumas das peças e delas encomendou uma tiara nova especialmente para combinar com o conjunto. São mais de 10 águas-marinhas de 120 quilates e 647 brilhantes.

A tiara já foi citada como uma das mais belas da rainha em toda sua coleção (de mais de 200 peças).



As jóias foram vistas na Rainha em diversas ocasiões formais, às vezes apenas algumas peças do conjunto.

A tiara é uma das mais altas e reconhecidas da coleção da Coroa, e Elizabeth II as usou inclusive quando recebeu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Londres.

A última vez em que a soberana foi vista com o conjunto foi em 2011, durante sua visita à Austrália. Foram pelo menos 58 anos de uso constante, dá para dizer que era favorita, não?

Veja a Rainha usando o conjunto.

3 comentários Adicione o seu

  1. Antonio Sergio Ribeiro disse:

    Uma correção: O jornalista Francisco de Assis Chateaubrind Bandeira de Mello, não era embaixador do Brasil na Inglaterra em 1953. Ele assumiria o posto somente em fins de 1957, no governo Juscelino Kubitschek. Ele também não foi o responsável pela entrega das joias a rainha da Inglaterra, e sim o marechal João Baptista Mascarenhas de Moraes, representante oficial do governo brasileiro na coroação em junho de 1953. Sugiro que leia o livro “Chatô” do jornalista Fernando Morais, – o qual tive o prazer de colaborar na pesquisa -, que conta toda a história sobre as joias e sua entrega a rainha.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Vou arrumar!!! obrigada!!!

      Curtir

  2. Rosi disse:

    Amei tenho iguaizinhas lógico cópias e sempre usei os looks da betinha! Ela era muito elegante! Inspira! Queria os
    Chapeis e a coroa!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s