Críticos aprovam Austin Butler como Elvis

A imagem e a voz de Elvis Presley são tão únicas e tão imitadas que chega a ser ousado pensar em interpretá-lo. E esse era o desafio de Austin Butler no novo filme de Baz Lurhman, a biopic sobre o rei do rock. Lançado em Cannes, quase dois anos depois do que era esperado (a produção foi atrasada por causa da pandemia), Elvis foi bem aceito, e nenhuma ressalva foi pela unanimamente elogiada interpretação de Austin. Aprovado pela viúva de Elvis, Priscila Presley e críticos, o ator é um dos pontos altos do filme.

“Seus movimentos de palco são sensuais e hipnóticos, sua melancólica qualidade perdida de menino da mamãe é digna de desmaio e ele captura o trágico paradoxo de uma história de sucesso fenomenal que se apega tenazmente ao sonho americano, mesmo que continue desmoronando em suas mãos”, diz o The Hollywood Reporter sobre o ator.

Elvis marca a volta de Baz Lurhman aos cinemas (O Grande Gatsby é de 2013), mas alguns fãs acharam o roteiro como um dos pontos fracos da produção especialmente por colocar como condutor justamente a figura polêmica do empresário do cantor, o “Coronel” Tom Parker (Tom Hanks). Já nos trailers Tom parece forçado e caricatural, com um sotaque diferente (depois se revela a verdadeira origem do coronel, explicando a razão). O problema está justamente porque a fonte de muitos dos dramas que mais tarde aceleraram a morte prematura da estrela estava nessa relação abusiva com o empresário, hoje considerado moralmente questionável, que teria abusado financeiramente e psicologicamente de Elvis Presley, levando-o à exaustão.

Para melhor entender essa relação há o sensacional documentário Elvis, disponível na HBO Max. Nas telas, ter um cara gente boa como Tom Hanks dando voz à ele atenua muito das falhas como pessoa e amigo do cantor, como ter mantido Elvis em um insano ritmo de shows em Las Vegas para pagar suas dívidas de jogo.

O filme reconta, no ritmo e assinatura de Baz Lurhman, a ascensão de Elvis ao estrelado máximo. E claro, a trilha sonora é inspirada e renova o som e o interesse pelos sucessos de Elvis Presley. No final das contas, é uma obra de amor de um fã apaixonado. E ninguém sai sem se emocionar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s