O ódio que marcou o reinado de Aegon II


Já falamos da rivalidade feminina entre Alicent Hightower e Rhaenyra Targaryen, que vai alavancar uma guerra civil icônica na Casa Targaryen, hoje falaremos de Aegon Targaryen II, que está no coração dessa disputa.

Com o vídeo sobre os bastidores da série House of the Dragon, tivemos acesso pela primeira vez das imagens do ator Tom Glynn-Carey no set da série. Falta vermos seus irmãos, Haelaena (Phia Saban), Daeron e Aemond (Ewan Mitchell), mas sabendo o que Aegon II vai fazer, me deu arrepio. Para ter uma idéia, Aegon seria o que foi Joffrey Baratheon com toques de Ramsay Bolton. Exato.

Aegon, Aemond, Daeron e Haelaena são filhos de Alicent (Olivia Cooke) com Viserys I (Paddy Considine), e Aegon tem um perfil mais agressivo e menos simpático do que de seu pai. Batizado em homenagem ao conquistador de Westeros, porta sua espada, Blackfyre (que é vista no teaser) e seu dragão é o Sunfyre. Porque o animal era dourado, adota essa imagem como seu símbolo, assim como seus seguidores.


Aegon nasceu no ano seguinte em que sua meia-irmã, Rhaenyra, foi apontada como herdeira de Viserys, uma jogada política armada e apoiada por Otto Highttower (Rhys Iphans) que visava barrar o sonho de Daemond Targaryen (Matt Smith) ao trono. Uma vez que sua filha providenciou herdeiros homens ao Rei, Otto passa a se opor a ter uma Rainha, alimentando a animosidade entre Alicent e Rhaenyra, até então, amigas.

No livro frequentemente retratada como ambiciosa, até porque como mãe queria o melhor para seus filhos, Alicent insiste em mudar a ordem sucessória, sem sucesso. Seu pai é afastado da função de Mão do Rei (no livro) depois que insiste em casar Rhaenyra com Aegon, apesar dos 10 anos que os separam os dois irmãos e um desgosto mútuo entre eles. Viserys veta o plano (não pelo incesto, mas porque o golpe estava claro) e casa Rhaenyra com o primo, Laenor Velarion.

A inimizade entre Alicent e Rhaenyra passou diretamente para seus filhos, com Aegon e seus irmãos detestando os sobrinhos e vice-versa. Para piorar, Aegon tinha certeza que os sobrinhos eram bastados, filhos de Ser Harwin Strong e não de Laenor.

Quando mais tarde Rhaenyra se casa com seu tio Daemon, Aegon tinha cerca de 13 anos e ficou profundamente ofendido quando sua irmã deu o seu nome ao novo sobrinho (aumentando a competição entre eles). Dois anos depois, Aegon II se casa com sua irmã, Haelaena, com tem os filhos Jaehaerys e Jaeharera (gêmeos) e Maelor. A raiva pelos sobrinhos e a irmã só foi crescendo com o tempo. Quando Viserys I morre, sem mudar sua ordem sucessória, começa a parte mais sangrenta do jogo.

A morte de Viserys I foi escondida por uma semana de Rhaenrya, grávida e afastada de King’s Landing graças aos problemas com a madrasta. Os verdes agiram rápido e silêncio, mas, a princípio Aegon II não queria usurpar a Coroa e só o faz quando é convencido de que Rhaenyra mataria a todos de seu lado.

Quando descobre o gope, furiosa, Rhaenyra jura vingança. Porém, mesmo sendo pouco tempo, Aegon já se apegou à Coroa e se via como Rei, não aceitando a recusa da irmã de se dobrar. Por isso exige as cabeça de Rhaenyra e Daemon como resposta.

Tudo já estava tenso mas quando Aemond mata o sobrinho, Lucerys, é Daemon que traça o plano de vingança. Contrata dois assassinos para matar o primogênito de Aegon II como resposta. Haelaena, a maior vítima da briga, entra em depressão por testemunhar o brutal assassinato da criança.

Irritado com o avô, que parecia lento e menos propenso à briga, Aegon elege Ser Criston Cole (Fabien Frankel) para a posição de Mão do Rei. Ser Criston, que ajudou na coroação de Aegon, é violento e por isso mesmo apreciado pelo jovem.

Depois de matar o sobrinho, Aemond mata Rhaenys Targaryen (Eve Best) em uma batalha de dragões onde Meleys morre e Sunfyre fica ferido. Para piorar, Aegon sofre queimaduras na metade do corpo, tem a bacia fraturada, costelas também quebradas e o braço esquerdo derretido com a armadura. A dor passa a ser constante e intensa.

Com ajuda de Daemon em uma boa estratégia de batalha, Rhaenyra consegue tomar King’s Landing de Aemond, que está agindo como regente no lugar do irmão em recuperação. Eventualmente ele é morto em uma batalha, mas mata consigo o tio, Daemon, deixando Rhaenyra viúva e sem seu estrategista.

Quando Rhaenyra toma o trono, Aegon II consegue fugir disfarçado em roupas de plebeu e segue para Dragonstone. Lá, enfrenta a prima – Baela Targaryen – a mantando. Os dragões Sunfyre e Moondancer também se atacam e nessa batalha, Aegon II quebra as duas pernas, piorando seu estado já delicado de saúde. Ao saber dos detalhes da morte de seu outro filho, Haelaena se mata, deixando apenas a filha como herdeira. Ser Criston morre em uma batalha, mas Aegon continua vivo.

Uma revolta popular acaba forçando a Rhaenyra deixar King’s Landing e o Iron Throne às pressas quando ela comete um erro crucial. A rainha não percebe que Aegon II consegue corromper uma parte dos nobres que a apoiavam e – para piorar – não sabe que o meio-irmão estava com seu sobrinho homônimo, Aegon III, como refém. Com o poder dos dragões, Aegon II passa a ser cada dia mais cruel, executando inimigos sem problemas, quase até com prazer. E é nesse cenário que Rhaenyra vai para Dragonstone, sem desconfiar que o meio-irmão estivesse instalado lá. Ao chegar, é presa e julgada em poucos minutos. Aegon decide dar Rhaenyra como alimento para Sunfyre, na frente de todos, incluindo o príncipe Aegon III.

Vitorioso na Dança dos Dragões, Aegon II volta para King’s Landing, mas sem forças para sequer andar. Nos meses que se seguem após a execução de Rhaenyra, ele luta para formar alianças, mas a dor de suas feridas, cada vez piores, afetam seu comportamento. Viúvo, ele se casa com Cassandra Baratheon para selar a união com a casa que foi fiel a ele, mas morre envenenado por seus assessores antes de gerar novo herdeiro. Assim, o trono acaba indo para o filho de Rhaenyra, Aegon III, que se casou com sua prima, Jaeherys.

Uma série triste e densa, com heróis falhos e por isso, inspiradores.

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s