Sobre a babá de quem Diana teve ciúmes

Quando foi mãe, a Princesa Diana quebrou um protocolo milenar: decidiu cuidar o máximo possível da educação de seus filhos, William e Harry, pessoalmente. Sua tentativa – válida – não impediu que fosse forçada a ter babás que praticamente se tornaram segundas mães dos príncipes, colaborando para uma sensível (e insegura) princesa sentir ciúmes mais de uma vez.

Em Spencer, a babá Barbara Barnes aparece (como todos), sem voz, mas uma figura de fundo. Segundo o escritor Robert Lacey, que citou o fato no livro Battle of Brothers, Barbara virou a mãe-postiça dos príncipes, mas foi afastada abruptamente, em 1986, depois que passou férias na ilha da Princesa Margaret e Diana considerou isso inapropriado.

Mas a babá que mais marcou a vida de Diana foi Alexandra Pettifer, mais conhecida como Tiggy Legge-Bourke. Tiggy, que foi contratada aos 26 anos como assistente pessoal do Príncipe Charles no final dos anos 1980s e passou para posição de babá dos príncipes em 1993.

Tiggy tinha ligação com a Família Real. Sua mãe e sua tia eram damas de companhia da Princesa Anne, outro ponto sensível para Diana. As fotos da babá brincando com os meninos irritavam a princesa, que chegou a considerar contratar uma babá do sexo masculino que pudesse ser visto como pai substituto quando os príncipes estivessem longe de Charles.

Mas o fato era que Tiggy era mesmo carinhosa e presente, os meninos se apegaram a ela, especialmente em tempos em que seus pais estavam frequentemente brigando, criando uma atmosfera tensa em casa. Por causa da familiaridade com Charles, Tiggy acabou virando alvo de desconfiança de Diana e involuntariamente, passou a ocupar uma posição ainda mais significativa do ciúme da princesa do que Camilla Parker Bowles. Isso porque em determinado momento, Diana acreditou que Charles traia ambas Diana e Camilla com Tiggy.



“Tudo o que ela sempre quis foi uma vida feliz como uma esposa e mãe amorosa comum. Mas Tiggy Legge-Bourke nunca conseguiu escapar das consequências de seu tempo como babá do príncipe William e do príncipe Harry”, escreveu Richard Kay, amigo de Diana e editor do Daily Mail. “Em vez das memórias mais felizes, seus anos com a família real agora estão manchados com um legado sombrio. Alegações ultrajantes e falsas de que ela teve um caso com o príncipe Charles – e um aborto – teriam ajudado a convencer a princesa Diana a dar sua entrevista no Panorama a Martin Bashir”, ele comentou.



E é esse o pior dos pesadelos sobre a infame entrevista. Em 1995, Diana já estava separada oficialmente do marido ha 3 anos, e quando os filhos estavam com o pai estavam forçosamente com Tiggy, que foi recrutada para ajudar a entretê-los, fosse nas viagens para esquiar ou nos iates durante os cruzeiros de verão.



Com o ciúme de Diana sendo um dos fatores mais conhecidos naquela época, o jornalista Martin Bashir se aproveitou para Bashir com a história e manipular Diana. Para convencê-la de que estava certa, o repórter da BBC mostrou à princesa um ‘recibo’ falso para a interrupção da gravidez de Tiggy. Com essa gota d’água, Diana decidiu fazer a entrevista para revelar em suas palavras quem seria o “verdadeiro Charles”. E, para humilhar a quem achava ser amante do ex-marido, Diana cruelmente a confrontou em público também, em uma festa de Natal no Palácio.



‘Sinto muito pelo bebê’, ela disse, levando Tiggy a fugir da festa em lágrimas e ameaçar Diana com um processo de difamação e demandando um pedido de desculpas (que nunca veio). A essa altura, a princesa acreditava que Charles a queria morta para poder se casar com Tiggy. O esclarecimento de como a informação foi vendida para Diana só foi confirmada em 2021. Em 1997, quando foram atingidos pela notícia da trágica morte de sua mãe, os meninos estavam acompanhados de Tiggy, na Escócia. Ela os ajudou nos momentos mais difíceis de suas vidas.



Em 1999, Tiggy se casou com o namorado da adolescência, Charles Pettifer, com quem teve dois filhos, e deixou seu trabalho com a Firma. William e Harry estavam lá. Eles são padrinhos de seus filhos e a ex-babá esteve entre os convidados íntimos da formatura de Harry na Academia Militar, assim como foi uma das primeiras pessoas a quem Harry apresentou Meghan Markle, portanto Tiggy também estava no casamento e é tida como uma das madrinhas de Archie.

Ter seu nome “limpo”, finalmente, quase 30 anos depois é justiça para Tiggy. Pena que não houve tempor para reconciliar com Diana…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s