Os 110 anos do nascimento de Gene Kelly

Dançando na chuva, feliz e cantando. Certamente é a imagem mais rápida quando se pensa em Gene Kelly. O ator, diretor e dançarino é uma das mais populares e ainda famosas estrelas de Hollywood, tendo inovado os musicais e criado vários clássicos do gênero. Em 23 de agosto, é o aniversário de 110 anos de seu nascimento, mas, o filme sobre sua vida – a ser estrelado por Chris Evans, ainda está nos primeiros estágios... vai demorar um pouquinho. Por isso vale lembrar essa trajetória incrível de uma das maiores estrelas de todos os tempos no mundo do entretenimento.

Eugene Curran Kelly nasceu em uma família de cinco filhos de pais católicos irlandeses e ainda em casa foi incentivado a desenvolver seus dons artísticos. Com apenas 8 anos começou aulas de dança. Diferentemente do esperado, o menino preferia esporte, onde se destacava na escola, mas logo percebeu que – como bailarino – impressionava ainda mais as meninas.

Na faculdade, Gene escolheu jornalismo, mas, para ajudar a família, trabalhou como frentista, como professor de ginástica e outros trabalhos, sendo que começou a flertar com teatro. Os shows que montou com o irmão, Fred, começou a render também e juntos criaram o Kelly Studios of the Dance que rapidamente ganhou até uma filial. Mas os palcos estavam começando a encantar ainda mais Gene. Depois de alguns pequenos papéis, começou a fazer sucesso nos musicais como The Time of Your Life, Pal Joey e elogios pela coreografia de Best Foot Forward, na Broadway. Em seguida? Hollywood.

Em 1942, ou seja, há 80 anos, Gene Kelly estreiou no cinema, ao lado de Judy Garland em Idílio em Do-Ré-Mi (For Me and My Gal). Na MGM, fez mais sete filmes nos três anos seguintes sendo que o musical Marujos do amor (Anchors Aweigh), com Frank Sinatra, rendeu uma indicação ao Oscar.



Durante a 2ª Guerra Mundial, Gene deixou a carreira para servir um período de dois anos na Marinha real como tenente, fazendo filmes de treinamento. Quando voltou para Hollywood, já foi como ator, produtor e diretor, em produções cada vez mais grandiosas como Os Três Mosqueteiros e O Pirata, fez de Gene a maior estrela da indústria naquele tempo. Suas criações uniram cinema e balé de uma forma ainda mais encantadora que Fred Astaire. Em 1951, Um Americano em Paris ganhou nada menos do que 8 Oscars, incluindo melhor filme e Gene Kelly recebeu uma estatueta especial “em reconhecimento à sua versatilidade como ator, cantor, diretor e dançarino, e especificamente por suas brilhantes realizações na arte da coreografia no cinema”.


Portanto, quando Cantando na Chuva chegou aos cinemas, parecia ser impossível que Gene pudesse ainda surpreender, mas o filme sobre a entrada do som no cinema conseguiu virar mais do que um cinema ou um clássico, entrou para a cultura pop e até hoje é imitado, reconhecido e adorado.

Ele seguiu inovando até que, como todos dançarinos, a idade começou a pesar para balés, abandonando aos poucos para coreografar e assumir sozinho a direção de filmes e fazer especiais na TV. Seu pas de deux, Concerto em F, com música de George Gershwin, criado especialmente para o Ballet da Ópera de Paris, em 1960, foi um sucesso, assim como o filme Hello, Dolly, onde dirigiu Barbra Streisand. Sua despedida como ator – dançando – foi o musical Xanadu, ao lado de Olivia Newton-John, em 1980.

Gene Kelly se casou 3 vezes e teve três filhos. Faleceu em 1996, em casa, dormindo, depois de lidar com as consequências de derrames que sofreu alguns anos antes. Para quem despertou a paixão na dança em tantas gerações, ele costumava brincar que o sucesso foi fruto doo acaso. “É verdade que eu não queria ser dançarino”, disse em uma entrevista. ” O que eu realmente queria ser era jogar no Pittsburgh Pirates [time de beisebol]. Perderam um grande atleta”, brincou sorrindo.

Sorte nossa que ganhamos tantos sonhos no cinema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s