Glass Onion repete o sucesso de Knives Out e fecha 2022 em alta

Como super fã de Agatha Christie (e Sir Arthur Conan Doyle) acompanho as tentativas de encontrarem alternativas para os lendários Hercule Poirot e Sherlok Holmes. E é o que a franquia Knives Out tem tentado com Benoit Blanc (Daniel Craig), o detetive preciso e curioso que fez sucesso com o longa de 2019 e voltou agora, à Netflix, em 2022. Glass Onion : A Knives Out Mystery é apenas o primeiro dos dois longas que foram encomendados com o personagem.

Criado por Rian Johnson, Benoit é  o vaidoso detetive privado completamente inspirado em Poirot e ironicamente interpretado por Daniel Craig, ex-James Bond. Não poderia ser mais oposto à 007 do que isso. O diretor teve a idéia do conceito abertamente inspirado na fórmula de Agatha Christie muitos anos antes de trabalhar em Star Wars: The Last Jedi, mas decidiu apostar no projeto logo em seguida. Tudo começou, como disse na época do primeiro longa, com sua paixão por quebra-cabeças e palavras-cruzadas, que o ajudam a manter o foco, como alega. Claro que queria modernizar o gênero e evitar “um mistério de assassinato convencional”, por isso caprichou nas reviravoltas e críticas políticas veladas. Acertou em cheio. Com um elenco repleto de estrelas, Knives Out arrecadou mais de 300 milhões de dólares e arrebatando a crítica também. Mais ainda, em março de 2021 a Netflix pagou cerca de 469 milhões de dólares pelos direitos de duas sequências independentes, escritas e dirigidas por Rian e Glass Onion é a primeira delas.

O filme obviamente é leve e nos convida a soltar a imaginação, considerando as mais impossíveis possibilidades para acompanhar Benoit na solução de “crimes perfeitos”. O que acho que falta, e estou sozinha na minha impressão, é ter elenco com o timing cômico que o texto pede, a começar pela estrela da franquia, Daniel Craig. Seu pesado sotaque sulista (todo ator britânico adora ter seu papel caipira americano) distraem demais e ele não consegue nos fazer rir. Pelo menos não a mim. Com o mesmo desafio está Edward Norton que brilha em papéis intensos, mas nem tanto em comédias. Falo que estou sozinha diante do enorme sucesso que o longa tem feito, aprovado por crítica e público e os elogios justamente a quem achei pior. Tudo bem! Fica meu aviso.

Dessa vez, Benoit Blanc – que estava entediado e buscando novo desafio – participa de uma diversão de um grupo de amigos, liderados pelo bilionário Miles Bron (Edward Norton), que passarão um fim de semana tentando descobrir “quem o matou”. Claro que o crime acaba sendo outro e a presença do detetive atrapalha a vida de quem queira verdadeiramente aproveitar a chance para cometer um crime.

Não darei spoilers porque estraga. Para os fãs de Poirot, será fácil perceber que a trama tem toques de Morte na Praia (Evil Under the Sun) e O Fim de Sheila (The Last of Sheila). Eu acho que The AfterParty foi mais eficiente e criativo em sua narrativa, mas a franquia de Knives Out veio para ficar. O próximo filme está estimado para 2024. Quem será que estará no elenco?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s