O olhar positivo de Nicole Kidman sobre a separação de Tom Cruise

Nicole Kidman conheceu Tom Cruise quando tinha 22 anos. A paixão foi imediata e, em um mês, estavam casados. Na próxima década, já quase de igual estrelato, os dois viraram o sinônimo de um casamento feliz e apaixonado. Sim, antes de pular no sofá, Tom Cruise já era chegado a grandes gestos de amor.

A separação, em 2001, pegou todos, inclusive Nicole, de surpresa. Os dois estavam em capas de revistas como apaixonados e em uma entrevista à Vanity Fair ela teria dito que estar em casa era “estar na cama com Tom” e que “eu não gostaria de estar casada comigo, mas, por sorte, ele quer”. De um dia para o outro ele pediu o divórcio e, em poucos meses, começou a namorar sua parceira de elenco, Penélope Cruz. Hoje se argumenta que mais do que o affair com Penélope, a Cientologia teria pesado na relação e causado o rompimento.

O que ficou claro, desde o início, é que Nicole Kidman jamais se esquivaria de falar sobre o ex. Embora a separação não tenha sido amigável e fotos dela celebrando quando assinou os papéis da separação, Nicole soube lidar com a situação como poucas. Assim como Jenniffer Aniston e Angelina Jolie, ela era citada e colocada nas capas das revistas a cada romance, ou possível namoro seu ou de Tom Cruise. Mas a ótica, seja contratual ou não, foi consistente. Nicole jamais falou mal do ex-marido. A única referência maldosa foi quando festejou poder usar saltos altos novamente, cutucando a longa questão da baixa estatura do ator.

Essa semana, mais uma vez, a separação dos dois voltou a ser notícia, uma década depois. É porque o New York Times fez uma alusão aos rumores de que as gravações de De Olhos Bem Fechados, onde os dois trabalharam intensamente por quase dois anos em uma trama que trata de infidelidade, teria sido o que tivesse contribuído para o fim. Mais uma vez, ela nega. “Isso se encaixa na narrativa que as pessoas inventaram, mas eu definitivamente não vi assim. Tivemos um casamento feliz neste período. Nós íamos correr de kart depois dessas cenas. Alugávamos um lugar e íamos correr às três da manhã. Não sei mais o que dizer. Talvez eu não tenha a capacidade de olhar para trás e dissecar. Ou não estou disposta a isso”, ela disse.

No filme, a personagem de Nicole surpreende o marido, interpretado por Tom, dizendo que ele nem sonhava, mas que ela contemplou deixá-lo por um homem que mal conhecia apenas por se sentir atraída por ele. Com problemas de intimidade, o casal passa por longos questionamentos ao longo do filme. Um dos rumores que também persistem, e negados, foi de que precisaram da ajuda de uma terapeuta para passar intimidade nas telas.

O filme foi lançado um ano e meio antes da separação. Embora Tom tenha emendado um longo namoro com Penélope Cruz (hoje amiga de Nicole) e um casamento com Katie Holmes (desfeito em seis anos), Nicole só assumiu dois relacionamentos, um deles com seu atual marido, o músico Keith Urban. Nicole e Keith estão juntos há mais tempo que ela esteve com Tom Cruise e os dois têm duas filhas. Há poucos anos, depois de falar com frequência sobre o ex, Nicole disse em uma entrevista que não falaria mais dele em respeito ao atual marido e ao ex. Foi forçada a mudar de idéia essa semana, pelo visto.

O que fica claro é que é possível manter a classe. Em eventos como o Oscar, Nicole e Tom se evitam e mal se cumprimentam. Ele jamais falou uma palavra sobre ela desde a separação, a não ser para elogiá-la como atriz. E Nicole, embora sempre honesta, nunca fez uma queixa dele em uma entrevista. Diz que teve um casamento feliz, que ele a apoiava e que acabou. Muitas poderiam seguir o exemplo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s