Allison Mack adota estratégia oposta de Ghislaine Maxwell

Allison Mack e Ghislaine Maxwell são duas mulheres inteligentes, ricas e bem sucedidas, mas que estão no coração de crimes contra mulheres. Ghislaine fez parte da rede de abuso de menores que agiu por mais de duas décadas entre Europa e Estados Unidos, liderada por Jeffrey Epstein. Já Allison estava ligada ao suposto grupo de auto-ajuda NXVIM

As duas estão na mira da Justiça americana, mas com estratégias opostas. Ghislaine ficou “desaparecida” por um ano, mas há quatro está detida em Nova York. Apesar das provas fortes e testemunhos de sua participação direta nos crimes, insiste que era inocente e não sabia de nada. Já Allison, quando localizada, admitiu culpa e pediu desculpas. Não que ela de fato reconheça o erro, mas, ao abrir mão da jogada mais difícil (sair ilesa do processo), ela garantiu um caminho mais ameno, que inclui estar em prisão domiciliar aguardando julgamento.

Allison tem contra ela as acusações que incluem extorsão, tráfico e exploração sexual e conspiração para trabalho forçado. A atriz admitiu a parte de extorsão, que era o bilhete de entrada do grupo secreto dentro do NXIVM, o DOS, que dizia querer empoderar mulheres, mas a as escravizava sexualmente.

O líder da NXIVM, Keith Raniere, foi condenado a 120 anos de prisão. Outra co-conspiradora a oito anos. Allison que ainda aguarda a sua sentença, chegou a alegar inocência, mas mudou o discurso. “No processo, eu acreditei que as intenções de Keith Raniere eram de ajudar as pessoas. Estava errada”, ela declarou ao Juiz. “Assumo a responsabilidade pela minha conduta e por isso admito culpa hoje. Sou uma pessoa melhor por causa disso”, insistiu.

A admissão de culpa parcial é uma estratégia do time de defesa para amenizar a sentença, que também aplica o fato de que ela é primária. No total, ela poderia ser condenada a 40 anos, mas, como já admitiu o crime, os atenuantes podem reduzir a sentença. Especialistas ainda argumentam que a Defesa da atriz provavelmente vai colocá-la como uma vítima manipulada por Keith Raniere.

A primeira audiência de Allison aconteceu em setembro de 2019, quando mudou de inocente para culpada. Com a Covid-19, o julgamento foi adiado. A data final ainda não foi confirmada. Enquanto isso, a atriz está na casa dos pais e não pode ter contato com ninguém da seita.

Ghislaine Maxwell será julgada em julho de 2021. Ela pediu para aguardar a sentença em liberdade, mas, como tem dupla cidadania, foi negado e ela segue detida em Nova York.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s