Gerações inspiradas em Jane Austen e John Hughes

Assistir a comédias românticas e adolescentes é cada vez mais uma viagem no tempo. As referências atemporais, como Jane Austen, são passadas de geração em geração por – talvez – falar com aspirações simples e puras como a do primeiro amor. Mas o que se pode rever é a importância ímpar de um cineasta que moldou a geração X e que segue insubstituível, John Hughes.

John Hughes assinou TODOS os clássicos do cinema jovem de 40 anos atrás, criou um estilo até hoje copiado de contar histórias, ajudou a música pop, a moda e revelou estrelas. Frequentemente falava da vida de jovens no ensino médio, onde a timidez atrapalha mais do que ajuda, onde os hormônios dificultam todas relações e reações e onde a intensidade de se sentir único torna aqueles anos tão marcantes. Não é à toa que se for fazer uma playlist das suas primeiras canções favoritas, geralmente, estão no seu 15º ano de vidas. E as trilhas sonoras dos filmes de John Hughes rendem análises à parte.

A trilogia Para Todos Os Garotos, que chegou à sua terceira parte agora no Carnaval é carregada de citações de alguns dos principais filmes de John Hughes e vários sucessos dos anos 1980s e 1990s. A autora, Jenny Han, nasceu em 1980, portanto cresceu absorvendo toda cultura hoje nostálgica. Sua fórmula segue a dos filmes de John Hughes, como Gatinhas e Gatões e Digam o Que Quiserem, para falar apenas de dois citados pelo nome. É como ouvir canções de Taylor Swift falando dos seus desencontros amorosos. É doce, é escapismo e extremamente necessário. Não importa o ano.

Para Todos Os Garotos, A Barraca do Beijo (outra trilogia que tem ninguém menos que a principal musa de Hughes, Molly Ringwald no elenco) e mesmo Bridgerton (essa para um público mais velho) falam dessa vertente austeana e hughesana que não fala com gerações específicas, mas sim com m estado de espírito que marca o início da vida adulta e como, de muitas formas, nos molda para o presente e futuro. Por isso serem tão geniais quanto necessárias. Vale toda maratona.

5 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s