A influência de Gina Gray

Gina Gray definitivamente ainda não mostrou ao que veio em Peaky Blinders. Interpretada por Anya Taylor-Joy, a personagem, para mim, promete ser a maior antagonista da última temporada da série.

Uma mulher de poucas falas, mas muita observação, ela entrou para os Peaky Blinders como a Sra. Michael Gray. Ela tem grande influência sobre o marido, o colocando contra sua família e – em especial – Tommy Shelby.

Tudo sobre Gina é suspeito. Michael a conheceu quando esteve cuidando dos negócios dos Shelby nos Estados Unidos e se casou com ela na viagem de volta. A vida dos dois é claramente marcada por noitadas e muita bebida. Ela o tem na palma de suas mãos e o conduz para “rebelião” e “insubordinação”. Gina claramente tem um plano e Tommy já percebeu. Do segundo que a conheceu. Michael, no entanto, está sob o encanto dela.

O que se sabe de Gina? Tem sobrenome italiano, sua família é ligada a tráfico de drogas e o comércio ilegal de bebidas nos Estados Unidos. Tem conexão com o mafioso Al Capone
Coincidentemente Gina e Michael conheceram na viagem para Inglaterra competidores escoceses dos Shelbys. Também são aceitos pelos americanos que não querem lidar com os “velhos” de Birmingham. Gina tem mais voz com Michael do que sua mãe, Polly Gray. Como jovem e americana, não gosta da maneira antiquada e cheia de regras da sociedade inglesa, mesmo que proletária. Gina e Tommy não se cruzaram mesmo antes que ela desembarcasse no Reino Unido e nem com a sogra, Polly, ela parece se dar bem. O plano de Gina é voltar para os Estados Unidos.

Michael Gray sempre foi dúbio, mas ainda tinha a confiança da família. Tommy o “descartou” quando foi traído na 5ª temporada (Michael não o avisou que sofreria um atentado e o fez para se salvar) e Gina não ajudou em nada para mudar de opinião. Michael ascendeu rapidamente, tanto por proteção de sua mãe cheia de culpa, Polly, quanto por talento nato para o crime. Ainda assim, Michael frequentemente subestima as pessoas à sua volta. Ele será antagonista e estará do lado dos vilões.

Há muitos sinais de que Gina está entre os Shelby com algum plano maior. Seu relacionamento com o herdeiro dos negócios, sua opinião fora de hora e sua arrogância para lidar com a família. Em especial, Tommy.

Não se sabe o sobrenome de solteira de Gina (nome italiano), mas apenas Michael não percebe o quanto ela é bem mais informada para alguém que em tese não saberia dos Peaky Blinders. SPOILER ALERT, parece bem óbvio que ela e o marido traíram os Shelby e ajudaram o vilão Oswald Mosley a escapar do atentado. Quando oficialmente Gina viu Mosley pela primeira vez, Michael diz que ele é Barão, mas ela o corrige dizendo que ele é “baronete. Michael estranha, mas não percebe o derrape. Nem nota as trocas de olhares entre Gina e Mosley.

Polly aparentemente já sacou que há algo errado em Gina, mas por enquanto parece mais ciúmes do que receio. Gina, oficialmente está grávida, mas ninguém sabe ao certo se é verdade. “Eu” desconfio muito dessa gravidez que fez Michael se casar com ela e embarcar em todo projeto de tomar os negócios e voltar para os Estados Unidos.

Terminamos a 5ª temporada com Polly irritada com o filho (bateu em sua cara), mas ainda magoada com Tommy. Ela só não será uma das pessoas que o traiu porque perdeu seu noivo no processo (ainda não sabe). Polly Gray é uma das personagens mais interessantes de Peaky Blinders e o trauma de ter sido separada de seus filhos é o que a atrapalha para manter a frieza que tinha na condução dos negócios. Ela faz qualquer coisa por Michael e não apenas ele sabe disso. Gina tem total noção de como manipular os dois.

Há uma corrente que acha que Mosley e Gina são amantes e que ela traiu os Shelby. Alguma coisa ela fez ou vai fazer pois quando Tommy não concorda com a intervenção e proposta de que a geração mais nova mude os rumos dos negócios dos Shelby, ela cifradamente diz “Seremos forçados à segunda opção”. Em seguida o atentado falha. Eu acho que a “segunda opção” é a guerra de gangues nas ruas de Birmingham. Resta saber quem Polly apoiará no final.

A sexta e última temporada de Peaky Blinders segue sendo gravada. Alguns spoilers já puderam ser vistos, mas dos rumores de que Al Capone e até Adolph Hitler estariam entre as personagens ainda não se confirmou. E eu sigo apostando que não teriam Anya Taylor-Joy em um papel que não fosse de trazer reviravoltas. Gina ainda promete muita dor de cabeça para Tommy Shelby



4 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s