A trajetória de Sarah Ferguson na Família Real

Ela foi casada com o príncipe Andrew e é mãe de duas princesas, ambas na linha direta hereditária da Coroa. Sarah Ferguson foi extremamente popular nos anos 1980s e 1990s, mas caiu no “esquecimento” depois que saiu da Firma, em 1992. A Duquesa de York, uma das grandes amigas de Diana Spencer mesmo antes do casamento com príncipe Charles, foi quase esquecida na 4ª temporada de The Crown, aparecendo praticamente apenas na cena final, ao lado de Diana. É quase uma cena de “piscou, perdeu”.

Sarah, tem antepassados nobres e cresceu próxima da Família Real. Afinal, seu pai foi o gerente de Polo do príncipe Charles por mais de 20 anos, e, como ela mesma confirmou em 2007, sua mãe era muito amiga de Camilla Parker-Bowles. “Ela sempre foi ótima comigo, nos conhecemos a minha vida toda”, Sarah disse, acrescentando que apesar de tudo, sua aprovação da arqui-inimiga de Diana tenha sido um problema. “Não a via tanto [Camila]”, explica. Não deve ter sido bem assim…

Diana e Sarah, apelidada de Fergie, eram amigas desde adolescentes. Depois que Andrew (hoje ainda mais revelador) passou por uma série de relacionamentos questionáveis, Diana armou para que o cunhado e Fergie saíssem em uma blind date, em 1985. Um ano depois, os dois se casaram. Até a aliança de noivado “lembrava a de Diana”.

Fergie, extrovertida e natural, era o oposto de Diana em tudo, inclusive figurino. Quando a “lua de mel” com a imprensa acabou, a duquesa era massacrada pelo peso ou escolha de figurinos. Mesmo em um exagerado digno dos anos 1980s.

Mas se Sarah não tinha a aprovação pública, tinha dentro da Família Real e, segundo ela, começou a ser um problema entre ela e Diana, que se afastava cada dia mais dos Windsors. As duas viviam situações inversas: enquanto Diana era amada pela mídia, não era aceita pela família do marido. E Sarah era ridicularizada nos jornais, mas se dava bem com os parentes. Logo as duas praticamente deixaram de se falar. Na época a imprensa não deixou as duas em paz, da mesma forma que hoje alimenta as histórias sobre Meghan Markle e Kate Middleton.



Ainda assim, segundo a Duquesa de York, Diana compartilhou com ela o projeto de separação de Charles, antes de tomar alguma atitude. Na verdade, Sarah, que também contemplava o mesmo projeto. Só que a imprensa revelou o caso extra-conjugal de Sarah e o casamento com Andrew foi terminado rapidamente. Essa parte deve aparecer em Spencer e na próxima temporada de The Crown.

A separação de Sarah e Andrew foi o início de um período muito confuso para Fergie. Ela foi exposta às várias tentativas confusas de contratos comerciais e ficou afastada de todos. Sua relação com o ex-marido é tão amigável que ainda vivem na mesma casa.

As filhas de Sarah, Beatrice e Eugenie, são super amigas dos primos, William e Harry, até hoje.

O ano de 1992 foi chamado pela Rainha como o Annus Horribilis, pois os filhos se separaram em meio à escândalos e o Castelo de Windsor foi atingido por um incêndio. O que será que ela achará de 2021?

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s