Canção de Nirvana traduz espírito de Viúva Negra

Viúva Negra é um filme que está prometido desde 2004, mas apenas em 2021 chegou para os fãs da Marvel. Tem muitos detalhes do longa que finalmente poderemos falar, a começar pela abertura.

O cover de Malia J. para o hit do grupo Nirvana, Smells Like Teen Spirit estabelece a adolescência difícil de Natasha Romanoff e sua irmã, Yelena.

“Como uma mulher, tenho orgulho de colaborar com esse filme inovador que traz luz sobre resiliência, vulnerabilidade, poder e força feminina. É muito excitante!”, a artista postou no Twitter.


Para ela, cantar Nirvana fez da experiência ainda mais importante. “O que me inspira mais sobre Kurt Cobain é que ele parecia não ter nenhum medo de criar e compartilhar sua música”, ela explicou. “Ele não tinha filtro e era apaixonante. Não acho que tenha antecipado o impacto que teria sobre tantas gerações. É uma honra gravar um cover tão icônico para um público tão amplo”, completou.

Smells Like Teen Spirit fez de Nirvana e Kurt Cobain um fenômeno internacional, colocando o movimento grunge em mainstream. Segundo consta, Kurt escreveu a canção porque estava enojado que sua geração estava apática e covarde. A canção pretende criticar a mentalidade de conformidade das massas, o que casa perfeitamente com o regime comunista da União Soviética da Viúva Negra. A canção faz parte do álbum Nevermind, que é uma frase da letra.

O cover mais famoso (antes de Malia J.) era de Tori Amos, gravado em 1992. Com Malia, ganhou uma versão mais profunda. Malia trabalha com o grupo Think Up Anger e já tinha feito covers usados em trailers antes. Crazy, de Seal para Bloodlines e For What It’s Worth, de Buffalo Springfield, para The Handmaid’s Tale. Quando foram contatados pela Marvel para fazer a versão, a cantora achou que era uma piada. Quando percebeu que era verdade, entrou com tudo, mas nunca imaginou que estaria na abertura do filme. “Levantou meu espírito em tempos difíceis”, ela disse.

E o nossos também!

Load up on guns, bring your friends
It’s fun to lose and to pretend
She’s over-bored and self-assured
Oh no, I know a dirty word

Hello, hello, hello, how low
Hello, hello, hello, how low
Hello, hello, hello, how low
Hello, hello, helloWith the lights out, it’s less dangerous
Here we are now, entertain us
I feel stupid and contagious
Here we are now, entertain us
A mulatto, an albino, a mosquito, my libido
Yeah, hey

I’m worse at what I do best
And for this gift I feel blessed
Our little group has always been
And always will until the end

Hello, hello, hello, how low
Hello, hello, hello, how low
Hello, hello, hello, how low
Hello, hello, helloWith the lights out, it’s less dangerous
Here we are now, entertain us
I feel stupid and contagious
Here we are now, entertain us
A mulatto, an albino, a mosquito, my libido
Yeah, hey

And I forget just why I taste
Oh yeah, I guess it makes me smile
I found it hard, was hard to find
Oh well, whatever, never mind

Hello, hello, hello, how low
Hello, hello, hello, how low
Hello, hello, hello, how low
Hello, hello, hello

With the lights out, it’s less dangerous
Here we are now, entertain us
I feel stupid and contagious
Here we are now, entertain us
A mulatto, an albino, a mosquito, my libido
A denial, a denial, a denial, a denial, a denial
A denial, a denial, a denial, a denial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s