Jean-Marc Vallée, um dos melhores diretores da atualidade, morre aos 58 anos

Jean-Marc Valée era um dos mais queridos e disputados diretores de Hollywood no momento. Sua assinatura como excelente diretor de atores, assim como roteirista original, ficou clara com obras premiadas como Big Little Lies (1ª temporada), Sharp Objects, A Jovem Rainha Vitória e Dallas Buyers Club, entre outros. Sua morte repentina, aos 58 anos, chocou o mundo. A causa ainda não foi revelada.

Nathan Ross, seu sócio, que ressaltou a criatividade e originalidade do parceiro. “A saudade do Maestro será duramente sentida, mas me conforta a idéia de que o impacto e efeito de seu trabalho serão eternos”, disse em uma declaração.

O diretor canadense fez sucesso com o filme C.R.A.Z.Y. e logo foi disputado pelas maiores estrelas do momento. Seu filme, Dallas Buyers Club, rendeu os Oscars de Ator e Ator Coadjuvante, para Matthew McConaughey e Jared Leto, em 2014. Wild, estrelado por Laura Dern e Reese Witherspoon, foi outro longa elogiado. Mas foi o fenômendo Big Little Lies, com um elenco feminino impresstionante, que Jean-Marc ganhou maior prestígio.

A série rendeu 8 Emmys, incluindo Melhor Atriz para Nicole Kidman.

Apesar do sucesso, Jean-Marc não seguiu na 2ª temporada (o que fez falta), porque estava trabalhando no que será eternamente um dos melhores e mais inteligentes conteúdos da TV, Sharp Objects, com Amy Adams e Patricia Clarkson.

Atualmente estava envolvido com a adaptação do livro The Lady on The Lake, em uma série a ser estrelada por Natalie Portman e Lupita Nyong’o. O talento de Jean-Marc Valée fará muita falta na indústria, é uma perda sentida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s