Depois do mega sucesso Vikings, Netflix volta com Vikings: Valhalla

Por sete anos, Vikings foi ganhando fãs ao redor do mundo e, embora tenha sido ignorada nas premiações mais populares, especialmente por ter ficado à sombra de Game of Thrones, a série é uma das mais queridas dos últimos anos.

Escrita por Michael Hirst, Vikings contou a saga do famoso Ragnar Lothbrok – que liderou a invasão no Reino Unido – e seus filhos, Bjorn Ironside, Ubbe, Hvitserk, Siggur e Ivar, the Boneless. Concluída em 2020, a série mesclou fatos e personagens reais, meio fora de contexto e ordem, mas de uma forma que ajudou na ótima narrativa dos Lothbroks.

Diante da demanda reprimida – série história, de época e cheia de elementos ‘mágicos’ – a Netflix vem em 22 de fevereiro com Vikings: Valhalla, uma série que segue a fórmula do original, mas traz novo elenco e novo olhar sobre a cultura nórdica que fascina e gera curiosidade há milênios.

A nova série será novamente ambientada há mais de mil anos, no início do século 11, narrando as aventuras do lendário Leif Eriksson (Sam Corlett), sua irmã, Freydis Eriksdotter (Frida Gustavsson) e do ambicioso Harald Sigurdsson (Leo Suter). Isso mesmo, Leif Erkisson, filho de Erik, the Red, que apareceu na etapa final de Vikings como amigo de Bjorn, e cujas descobertas da Islândia e Groelândia foram “emprestadas” para Floki e Ube, será o protagonista. Rever Harald será interessante também, ainda mais agora com outro ator no papel.



Segundo a sinopse conta, quando os vikings e os britânicos rompem por causa dos conflitos religiosos, os três cruzam mares e campos de batalha, de Kattegat ao Reino Unido e além, em novas terras. Segundo contam, Valhalla se passa 100 anos antes da história de Ragnar. Ou seja, é para matar as saudades mas nada de sequel ou prequel, embora Michael Hirst seja o produtor.

Leif Erikson tem estátuas em sua homenagem em vários países, incluindo sua nativa Islândia e Estados Unidos. Teria vivido 50 anos, morrendo na Groelândia em 1020. É dado a ele o crédito do primeiro viking a chegar à América do Norte, cerca de 500 anos antes de Cristóvão Colombo.

Há semelhanças com a saga de Ragnar. Leif deixou filhos que contribuíram para sua lenda, portanto podemos esperar várias temporadas como as do original e tinha uma família complicada, com irmãos e irmã ambiciosos, um deles, Thorvald, foi morto por nativos quando estava na Groelândia.

Segundo consta, Leif chegou à América do Norte quando as correntes o tiraram da trajetória entre Islândia e Noruega. Anos antes, ele teria se convertido ao catolicismo ao passar um período com o Rei Olaf Tryggvesson. Conhecido por sua inteligência, compaixão e força, além da beleza, Leif se apaixona e se casa com Thorgunna, com quem tem um filho, Thorgils, o oposto de seu pai em tudo. Seu segundo filho, Thorkell, foi seu herdeiro.

Basicamente, o que pode se esperar de Vikings: Valhalla é matar as saudades que Ragnar e seus filhos deixaram na gente. Vai ser duro para Sam Corlett, ator que apareceu em Sabrina, superar o carisma de Travis Fimmel, que se fez estrela mundial como Ragnar Lothbrok. Para quem estava com saudades desses bárbaros, o jejum está perto de acabar!

Veja o trailer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s