Nureyev, o documentário

Rudolf Nureyev é um dos nomes mais relevantes da História, uma personagem misteriosa e cativante, um homem corajoso, talentoso e faminto por informação. Uma lenda que surgiu nos palcos do balé e virou ícone pop. O homem que mudou a dança e cuja vida foi encurtada pela AIDS. Um artista que merece que sua história seja recontada inúmeras vezes. Um gênio.

Se você não faz parte do universo do balé ou é jovem demais para conhecê-lo, vale conferir o belo documentário Nureyev, na Netflix. Ou o filme O Corvo Branco, de Ralph Fiennes, na Amazon Prime Video.

Rudolf Nureyev é de origem tártara e de uma família pobre, que vivia no interior da Rússia. Descobriu o amor pela dança cedo, mas seu pai o proibia de aprender e com isso o bailarino deu seus primeiros passos em uma idade considerada tardia. Porém, seu talento era inegável e antes dos 20, já era uma estrela em seu país e companhia, o Kirov Ballet.

Sua alma indomável e sua curiosidade por todo tipo de informação eram considerados perigosos em uma sufocante cultura comunista, mas seu talento era uma das principais peças da propaganda política da Guerra Fria. Por essa razão, quando escapou cinematograficamente para o ocidente, passou a ser uma pessoa perseguida e renegada pela Rússia, enquanto transformava o mundo.

Sem nenhum questionamento, foi Nureyev que trouxe o protagonismo masculino para o ballet, um universo onde apenas as mulheres tinham destaque. Não o fez em detrimento às parceiras, mas trouxe energia e superação para obras que estariam apagadas se não fosse por ele.

Enigmático e franco, doce e irascível, amigo e competitivo, todas as dualidades estavam em sua presença e circulava com Realeza e famosos como se estivesse em casa. O documentário resgata sua ascensão, sua dedicação, sua tristeza de não conseguir mais falar com sua família, assim como os dois relacionamentos pessoais mais importantes de sua vida: Margot Fonteyn e Erick Bruhn. Embora as passagens de dança recontando sua história incomodem um pouco, é um excelente roteiro, claro e repleto de imagens e depoimentos significativos para entender o impacto cultural que Nureyev causou sendo apenas ele.

Falar de Nureyev e sua dança demandam muitos posts. Recomendo e muito o documentário. Um homem fascinante que tivemos o privilégio de ter entre nós.

Veja o trailer.

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s