Os 90 anos de John Williams

Sua genialidade musical está ligada não apenas a “uns” temas conhecidos do cinema, mas pelo menos 9 das 10 das melodias mais reconhecidas nas telas e fora delas.

Tubarão

Super-Homem

Guerra nas Estrelas

Indiana Jones

Harry Potter

A Lista de Schindler

Jurassic Park

E.T.

Poderia continuar, mas aposto que está cantarolando cada um dos temas agora. Pois no dia 8 de fevereiro, o maestro completa 90 anos de vida. Ainda na ativa. Isso mesmo, no momento está trabalhando na trilha-sonora de Indiana Jones 5. Nada de aposentadoria para ele.

John Towner Williams é adorado por diretores, atores, produtores e cinéfilos. Um gentleman, de fala mansa e sempre educada, John coleciona 25 Grammys, 7 Baftas, 5 Oscars e 4 Golden Globes. É uma lenda entre as lendas, um mito na terra de estrelas. Eleito, sem surpresa, um dos maiores compositores de todos os tempos (depois de Walt Disney, mantém o maior recorde de indicações ao Oscar: 52). Estudou piano e composição e além das trilhas sonoras, já escreveu sinfonias para orquestra e solo.

Começou sua carreira como pianista de jazz, em Nova York, mas, ao terminar Julliard, foi para Califórnia, onde rapidamente se viu fazendo orquestrações para TV. Trabalhou como pianista com alguns dos mais renomados compositores da época, como Jerry Goldsmith, Elmer Bernstein, Leonard Bernstein e Henry Mancini. Seu piano pode ser ouvido nos clássicos Days of Wine and Roses, Charade e Peter Gunn, por exemplo.

Sua primeira indicação ao Oscar veio em 1967, por O Vale das Bonecas, vencendo o primeiro em 1971, pela orquestração de Um Violinista no Telhado. Ao lado do diretor Irwin Allen, sonorizou os famosos “filmes desastres” dos anos 1970s e chegou ao jovem prodígio Steven Spielberg quando ele estreava no cinema e em seguida, trabalharam juntos em Tubarão. Poucas notas e um tema que até hoje arrepia qualquer um que ouse pensar em nadar à noite.

É impossível não falar de John Williams sem citar Steven Spielberg, com quem só não assinou 5 de TODOS seus longas.

Porém, para mim, foi trabalhando com George Lucas em Guerra nas Estrelas que o compositor escreveu algumas das mais belas melodias do cinema. Para cada fase de trilogias da franquia, novos e emocionantes temas surgiram. Do tema de amor entre Padme e Anakin, ou Anakin’s Betrayal da trilha sonora que considero sua obra prima, A Vingança do Sith. Pura perfeição.

Seu estilo suave, educado e suas melodias, marcantes e emocionantes, contribuem para sua marca ser atemporal e extremamente popular. No dia de seu aniversário, fica a nossa playlist em sua homenagem e o sonho por mais músicas que nos façam sonhar.



1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s