A expectativa por Marian Brook em The Gilded Age

Faltam poucos horas para descobrirmos o futuro de Marian Brook (Louisa Jacobson), nossa complicada heroína que é uma mulher rebelde e de pensamentos avançados para sua época, mas que não consegue perceber que os alertas unânimes contra Tom Raikes (Thomas Cocquerel) são genuínos. É que, como já pescamos, apenas o advogado tem a informação privilegiada de que Marian é, na verdade, uma milionária ou uma potencial milionária graças às ações compradas pelo pai que investiu nas ferrovias.

Marian está em conflito com suas tias, que lhe deram abrigo, mas que são conservadoras e rígidas, a mantendo sob as regras tradicionais que não são, necessariamente, favoráveis para uma jovem que depende de um casamento para ter uma vida independente. É por essa armadilha da sociedade que Tom Raikes está conseguindo conquistar Marian, um efeito de ovo e galinha que nos deixa muito nervosos.

Tirando os outros candidatos potenciais, que excluem o primo de 1º grau, Oscar Van Rhijn (Blake Ritson), homossexual não assumido e de olho na fortuna de Gladys Russell (Tassia Farmiga), resta o que mais nos agrada, Larry Russell (Harry Richardson) o jovem que é perfeito para Marian. Contra os dois que já se dão super bem? Justamente Bertha Russell (Carrie Coon), que, como Agnes Van Rhijn (Christine Baranski), rejeitaria imediatamente a ideia.

Oi? Mas não são amigas? Sim, Bertha adora Marian, mas ela tem um plano muito específico para seus filhos e ele não inclui “meros milionários”. Para piorar, o que nem é o caso de Marian ainda! Para piorar, esse é um tema que une – vejam só – Bertha e Agnes. Agnes não quer a sobrinha casada com alguém de “novo dinheiro”, porém pode ser flexível pois ela quer ver Marian protegida e, se tiver sorte, com afeto. Não há outro no horizonte além de Larry Russell para preencher esses requisitos, vamos concordar?

A questão é que a primeira temporada pode terminar com a jovem fazendo o erro de fugir com Tom Raikes, que foi sua decisão e apenas Peggy Scott (Denée Benton) tem conhecimento. Há algumas fotos do episódio de logo mais que sinalizam que Marian pode abrir o coração para Aida (Cynthia Nixon), que obviamente desaprova.

Mas a MELHOR das fotos é a do baile, na qual vemos Larry e Marian dançando juntos. “Pessoalmente, acho que é uma boa combinação de amor,” a produtora executiva Salli Richardson-Whitfield admitiu no HollywoodLife Podcast, em fevereiro de 2022. Na época, ela sugeriu que Agnes seria contrária, mas que Bertha gostaria da ligação. Discordo. Por outro lado, o pai de Larry pode gostar pois foi graças à Marian que conseguiu a virada para ganhar o processo judicial do acidente na ferroria da Pensilvânia.

Sou time-Larry. E você?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s