Bridgerton traz Rainha Charlotte novamente

Uma das personagens mais populares da primeira temporada de Bridgerton foi justamente uma das raras inspiradas em uma pessoa real, a Rainha Charlotte. Por conta de sua herança moura, é apontada por muitos historiadores como a primeira rainha biracial da Inglaterra, embora ainda haja disputas sobre o fato.

Rainha Charlotte não está nos livros de Julia Quinn, foi adicionada pela equipe da showrunner Shonda Rhimes, mas foi efetivamente soberana no período em que se passa a história, entre os anos de 1761 e 1818. Sua personagem despertou tanto interesse que há um projeto em andamento para um spin off apenas sobre ela. Nas telas a atriz Golda Rosheuvel ganhou elogios pela interpretação precisa da monarca.

Charlotte nasceu em 1744 como Sophia Charlotte de Mecklenburg-Strelitz, filha de um duque alemão e se casou com o futuro rei da Inglaterra, George III, quando tinha apenas 17 anos. Foi apenas no final dos anos 1960s que sua etnia passou a ser investigada, justamente porque ela seria descendente de um braço da família Real Portuguesa ligada aos mouros, através de sua parente, Margarita de Castro y Sousa, por sua vez, herdeira de uma amante do rei Alfonso III, Ouruana, que seria uma negra moura. Segundo os historiadores, há documentos dos médicos da Rainha onde é chamada de “mulata” e descrita como tenho “nariz e lábios muito grossos”, além de ter sido retratada com uma pele não caucasiana nos quadros de sua época, mas ainda assim “clareada”, como era típico do período artístico.

O que os historiadores disputam é a tradução do que seriam os “mouros”. Para uma corrente, blackmoors não era literalmente a descrição de negros, mas de mulçumanos em geral, sendo que há mulçumanos brancos no Norte da África.

Seja como for, Charlotte passou sua vida na Inglaterra, onde teve nada menos do que 15 filhos com George III, sendo que 13 sobreviveram até a vida adulta. O casamento, uma raridade para época, era feliz a princípio, mas acabou absorvendo as consequências da doença mental que o Rei sofria. A verdade foi omitida da esposa por muitos anos e apenas quando as crises passaram a ser mais frequentes, e ele ficou conhecido como “Rei Louco”, que Charlotte entendeu a profundidade do problema. George abdicou em 1811 e a rainha cuidou dele até sua morrer, em 1818. George III morreu em 1820.

A Rainha Charlotte está enterrada na Capela de Saint George, em Windsor. Assim como mostrou a 1ª temporada de Bridgerton, era patrona das Artes, tocando harpa e descobrindo o talento de um Wolfgang Amadeus Mozart, com apenas 8 anos. Foi no durante o seu reinado que a Família Real passou a morar no Palácio de Buckingham, mas também foi Charlotte que mandou construir o Frogmore Cottage, perto do palácio de Windsor. Isso mesmo, mais de 200 anos depois, o local foi a residência oficial de Meghan Markle e Príncipe Harry na Inglaterra.

O reinado de Charlotte durou 57 anos. Em Bridgerton ela está determinada em descobrir e desmascarar quem é a Lady Whistledown, que nós já sabemos quem é. Como será que essa história vai acabar? Serão apenas 6 episódios!

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s