A volta de Barry

O assassino de aluguel, aspirante a ator e psicopata “com bússola moral levemente descompensada”, Barry Berkman, está de volta. E já era hora!

Barry, a comédia dramática ultra dark da HBO Max já rendeu um merecido Emmy ao seu criador, Bill Hader. Lançada com apenas seis episódios em 2018, conta como um assassino de
aluguel que sai da Região Centro-Oeste dos Estados Unidos e vai até Los Angeles, com a missão de matar uma pessoa, mas se descobre em casa em meio aos atores narcisistas. Assim, passa a ter aulas de teatro com Gene Cousineau (Henry Winkler, também premiado com Emmy). Claro que seu passado recente ainda atrapalha a mudança de carreira e, o resultado, é uma série de assassinatos, violentos, engraçados, dramáticos e inesperados.

A inteligência do texto é a principal qualidade da série, com excelentes interpretações de todos, mesmo que – para alguns – involuntariamente mergulhados no submundo do crime. Nessa terceira temporada, Barry terá que lidar com as consequências de suas decisões, assim as de seus complicados parceiros. Ele pode tentar fazer as escolhas certas, mas violência e morte parecem estar presas ao seu destino.

No coração de tudo está o talento de Bill Hader, que dá vida ao assassino. Barry é um homem complexo, depressivo e consciente do perigo de sua sociopatia. A tristeza que o ator transfere para suas falas, assim como sua repressão, fazem do assassino uma personagem trágica em meio de manipuladores e pessoas insensíveis. É uma série diferente e ultra bem vinda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s