A dedicação de Tom Cruise para o Cinema

Tom Cruise virou um astro em 1986, quando Top Gun – Ases Indomáveis, virou febre mundial. Já fazia sucesso entre adolescentes antes com sucessos como A chance (All The Right Moves) e, em especial, o clássico Negócio Arriscado (Risk Business). Mas foi como Pete ‘Maverick’ Mitchell que o ator ganhou o poder de bilheteria inestimável que soube manter por mais de 4 décadas. Como os amigos se queixam/elogiam, Tom é um artista dedicado, obcecado pela qualidade e nada tira seu foco de entregar sempre o melhor para o público. Clique aqui para ver o meu ranking dos 5 melhores filmes do ator.

Amar o que faz compensa muita da polêmica da sua vida pessoal, e no ano em que Tom completa 60 anos de vida (em julho), falarei de sua trajetória mais à frente. Aqui estamos falando do reconhecimento artístico de um projeto que levou 36 anos para chegar aos cinemas, cheio de drama nos bastidores e que rende ao astro uma unanimidade de elogios quase ímpares em sua trajetória. Top Gun 2, ou simplesmente, Top Gun: Maverick tem sido descrito por todos os críticos como o melhor filme de ação do ano, com emoção, nostalgia e surpresas tão bem amarradas que a dedicação e cuidado de Tom Cruise são justificadas e reconhecidas.

De tantas personagens famosas que ele nos deu nesses 41 anos de carreira, Maverick poderia até nem ser seu mais profundo (ou favorito), mas certamente nenhum outro ator poderia interpretá-lo como Tom. A continuação traz o herói (relativamente) amadurecido, mas ainda lidando com suas escolhas do passado. É um excelente momento para Tom Cruise, que passou muitos anos perseguindo o respeito da indústria atrás de prêmios (foi indicado 3 vezes ao Oscar, deveria ter ganho pelo menos 1 delas, por Magnólia), mas que na última década passou a focar em excelentes franquias como Missão Impossível e Jack Reacher, mas aparecendo em comédias (como esquecer de Tropical Thunder?) e dramas. Talvez, aos 60, quando ainda se importe mas não se mate para conseguir, venha o prêmio de prestígio para coroar sua carreira. Acima de tudo, Tom Cruise se dedicou para manter viva uma indústria de sonhos, porque ele conseguiu realizar o dele. Quando perguntado na pré-estréia de Top Gun: Maverick se ele tem um dia de folga, ele riu e explicou que não, mas que não vê sua ocupada vida como problemas: “Desde os 4 anos de vida eu queria estar fazendo exatamente o que estou fazendo”, ele explicou. “Estou vivendo meus sonhos”.

A sinceridade de Tom Cruise é o grande segredo para manter sua adoração mundial por tantos anos. E Top Gun: Maverick é seu grande presente para nós em 2022. Entra em cartaz no Brasil dia 26 de maio.

Clique aqui para ver o meu ranking dos 5 melhores filmes do ator.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s