A 4ª temporada de Stranger Things deixa a pequena Hawkins, mas ainda inclui muita surpresas

*como será publicada no Correio do Estado

Stranger Things, criada pelos gêmeos Matt e Ross Duffer é ainda um dos títulos mais populares e importantes no catálogo da Netflix, responsável pelo aumento de interesse e assinantes da plataforma desde que foi lançada, em 2016. É, sem exagero, um fenômeno cultural.

Um dos segredos do seu sucesso meteórico foi o de conseguir trazer a nostalgia dos anos 1980s em uma clássica história de perigo infantil, contada com com um ritmo atual. Com um elenco jovem – apoiado por estrelas como Winona Ryder – tudo começou com um grupo de crianças corajosas que tentam localizar seu amigo desaparecido. No meio disso tudo, conhecem e “salvam” uma menina com habilidades telecinéticas, enfrentam monstros e burocratas corruptos, entre outros desafios.

A história foi evoluindo de tal forma que envolve Guerra Fria e espiões, custando as vidas de algumas pessoas no caminho. Além de reativar a carreira de Winona Ryder, revelou alguns dos atores e atrizes mais populares do momento, como Finn Wolfhard e Millie Bobby Brown, que acompanhamos crescer e agora já trabalham como adultos.

A grande fonte de inspiração para Stranger Things, é, assumidamente, Stephen King, de quem os gêmeos são fãs. Foi apenas depois de terem o plano de refilmar A Coisa recusado que começaram a trabalhar na série, onde incluíram a citação ao projeto original usando elementos populares nas histórias de King, como horror e a luta entre o bem e o mal, para amarrar a trama. 

As histórias paralelas e os perigos iminentes do Mundo Invertido contribuíram também para popularizar o gênero de sci-fi. O mais curioso mesmo é a originalidade de Stranger Things em meio à tantos remakes e bio series, com personagens complexos, excelentes interpretações e uma brilhante trilha sonora, contribuindo para seu apelo e público fiéis mesmo que anos depois de seu lançamento.

Depois de um hiato de quase três anos, reencontramos com elenco de jovens adultos que vimos crescer. A atriz Millie Bobby Brown chama a quarta temporada de “a melhor até agora” e certamente é mais gráfica de todas. Quebrando um pouco a tradição de lançar tudo ao mesmo tempo, teremos a 1ª parte agora e a 2ª em julho, mas nada de ansiedade, deve haver mais uma temporada. Isso é bom porque ninguém está pronto para deixar Stranger Things acabar e o binge do fim de semana já está garantido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s