Supertramp em Hacks: o adeus perfeito

Dizer adeus à Hacks não será fácil. Assim como foi para Ava, veio como um choque. E então entrou o uso perfeito de um dos grandes sucessos dos anos 1980s: Goodbye Stranger, da banda Supertramp.

And I really have enjoyed my stay
But I must be moving on

E eu realmente gostei da minha estadia
Mas eu devo estar seguindo em frente

A canção faz parte de um dos álbuns mais populares da banda inglesa, Breakfast in America e fala de falta de compromissos e de encontros de apenas uma noite. No caso de Hacks, se encaixa justamente pela praticidade de entender a que a vida segue em frente e que a despedida faz parte.

Supertramp surgiu em 1969, em Londres, a princípio mais rock, depois um som pop marcante. Com dois vocalistas, os Roger Hodgson e Rick Davies, se destacaram nos anos 1970s, na época do auge do rock progressivo e forte uso de teclados, quando lançaram Crime of the Century. A maior popularidade do grupo veio 5 anos depois, com o álbum Breakfast in America, que rendeu 4 de melhores singles internacionais: The Logical Song, Breakfast in America, Goodbye Stranger e Take the Long Way Home.

Roger e Rick eram os autores de todas as canções e se conhereram através de um anúncio para formar a banda. De origens radicalmente diferentes (Rick de família de trabalhadores e Roger de pais com condições materiais mais privilegiadas) suas inspirações musicais também tinham distância. Enquanto Rick era focado em blues e jazz, Roger tinha veia pop. A banda resistiu à mudança de vários membros e até a saída de Roger, em 1983, para seguir uma carreira solo.

O grupo deixou a Inglaterra pelos Estados Unidos em 1975. Viraram fenômeno mundial com o lançamento de Breakfast in America, com três das canções de Roger ( The Logical Song, Take the Long Way Home e Breakfast in America. Goodbye Stranger foi outro grande sucesso, mas escrito por Rick. Refletia as relações de curta duração da banda na estrada (embora algumas pessoas tenham tentado encontrar outra análise, é simples assim), de um estilo de vida onde não há comprometimento emocional. Por isso ficou ainda mais perfeito para o final de Hacks.

Agora eu acredito no que você diz
É a verdade indiscutível
Mas eu tenho que ter as coisas do meu jeito
Para me manter na minha juventude

Now I believe in what you say
Is the undisputed truth
But I have to have things my own way
To keep me in my youth

Diz a letra. Emocionante.

Além de Hacks, Goodbye Stranger aparece nos filmes Magnolia e I, Tonya, além das sériee Supernatural, Red Band Society, The Office Life in Pieces, assim como no trailer de The Morning Show e na comédia britânica The Other One.

Aproveite para ouvir novamente

It was an early morning yesterday
I was up before the dawn
And I really have enjoyed my stay
But I must be moving on

Like a king without a castle
Like a queen without a throne
I’m an early morning lover
And I must be moving on

Now I believe in what you say
Is the undisputed truth
But I have to have things my own way
To keep me in my youth

Like a ship without an anchor
Like a slave without a chain
Just the thought of those sweet ladies
Sends a shiver through my veins

And I will go on shining
Shining like brand new
I’ll never look behind me
My troubles will be few

Goodbye stranger it’s been nice
Hope you find your paradise
Tried to see your point of view
Hope your dreams will all come true

Goodbye Mary, goodbye Jane
Will we ever meet again
Feel no sorrow, feel no shame
Come tomorrow, feel no pain

Sweet devotion (Goodbye, Mary)
It’s not for me (Goodbye, Jane)
Just give me motion (Will we ever)
To set me free (Meet again?)
In the land and the ocean (Feel no sorrow)
Far away (Feel no shame)
It’s the life I’ve chosen (Come tomorrow)
Every day (Feel no pain)
So goodbye, Mary (Goodbye, Mary)
Goodbye, Jane (Goodbye, Jane)
Will we ever (Will we ever)
Meet again? (Meet again?)

Now some they do and some they don’t
And some you just can’t tell
And some they will and some they won’t
With some it’s just as well

You can laugh at my behaviour
And that’ll never bother me
Say the devil is my saviour
But I don’t pay no heed

And I will go on shining
Shining like brand new
I’ll never look behind me
My troubles will be few

Goodbye, stranger, it’s been nice
Hope you find your paradise
Tried to see your point of view
Hope your dreams will all come true

Goodbye, Mary, goodbye, Jane
Will we ever meet again?
Feel no sorrow, feel no shame
Come tomorrow, feel no pain

Sweet devotion (Goodbye, Mary)
It’s not for me (Goodbye, Jane)
Just give me motion (Will we ever)
To set me free (Meet again?)
In the land and the ocean (Feel no sorrow)
Far away (Feel no shame)
It’s the life I’ve chosen (Come tomorrow)
Every day (Feel no pain)

So now I’m leaving (Goodbye, Mary)
Got to go (Goodbye, Jane)
Hit the road (Will we ever)
I’ll say it once again (Meet again?)
Oh, yes, I’m leaving (Feel so sorrow)
Got to go (Feel no shame)
Got to go (Come tomorrow)
I’m sorry, I must dash (Feel no pain)

So goodbye, Mary (Goodbye, Mary)
Goodbye, Jane (Goodbye, Jane)
Will we ever (Will we ever)
Meet again? (Meet again?)

Oh, I’m leaving
I’ve got to go

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s