Daemon Targaryen: o príncipe que sonhava com o Iron Throne

Daemon Targaryen (Matt Smith) será uma das principais e mais influentes personagens de House of the Dragon. Cruel, mas nem tanto como seus sobrinhos Aegon II e Aemond, é conhecido por arrogância, farra, desonestidade e grande habilidade de lutar. Como guerreiro experiente e mais temido de seu tempo, empunhava a espada de aço valiriano, Dark Sister, que ganhou aos 16 anos de seu avô, Rei Jaehaerys e monta o temido dragão Caraxes. Apesar de último, Daemon não nasceu para ser coadjuvante…



Filho caçula de Baelon Targaryen, esperava herdar o trono de seu irmão, Viserys I (Paddy Considine), uma vez que ele não tinha herdeiros homens diretos. Tanto que durante o Grande Conselho de 101 d.C., que aperece na série, onde foi decidido que Rhaenys (Eve Best) não poderia ser rainha por ser mulher, Daemon apoiou a de seu irmão como Rei, acreditando que isso faria dele o herdeiro direto. No entanto sua natureza inquieta e instável provaram que nenhuma posição no conselho o interessava por muito tempo. Esse comportamento contribuiu para uma rivalidade com a Mão do Rei, Sor Otto Hightower (Rhys Iphans), com ambos mal conseguindo lidar um com o outro.


Na posição de Comandante da Patrulha da Cidade de Porto Real, Daemon ficou feliz e tinha dois mil homens sob seu comando, ou seja, efetivamente com muito poder até porque era adorado. Severo em suas punições, popular nos bordéis, conheceu sua amante e confidente, Mysaria em Flea Bottom.

Embora pressionasse Viserys para reconhecê-lo como herdeiro, o Rei hesitava e esperava que sua esposa, Aemma Arryn, lhe desse o tão esperado príncipe, porém Aemma morreu no parto e o bebê só viveu um único dia. Quando Viserys soube que Daemon teria celebrado o fato, se revoltou e adotou o plano sugerido por Ser Otto, de oficializar Rhaenerys como herdeira (quebrando a regra centenária da ordem sucessória entre os Targaryens).

Todas essas cenas apareceram no trailer e no teaser da série. Daemon, revoltado, se aposenta da posição de comando e voa com Caraxes para Dragonston, estando ausente da cerimônia na qual os Sete Reinos aceitam a princesa como futura Rainha. Mas Daemon ainda causa dor de cabeça. Como Mysaria está grávida, rouba um ovo de dragão para presentear seu filho, o que alucina Viserys pela ousadia (afinal era um bastardo). Ser Otto é enviado para recuperar o ovo e passar o recado de que o Rei queria que Daemon voltasse para a esposa. Mysaria acaba sofrendo um aborto e Daemon culpa o irmão e a Mão do Rei pelo acidente (na verdade, uma viagem durante uma tempestade).

Afastado da Corte, Daemon ainda quer ser Rei. Ele ajuda a Corlys Velaryon na batalha dos Stepstones”(Degraus) com a Triarquia, que aperece com destaque no trailer. Voando com Caraxes, liderou um exército de aventureiros e se declarou Rei dos Degraus e do Mar Estreito, sendo coroado por Corlys.

Mais uma vez entediado com a burocracia de reinar, volta à King’s Landing no meio do torneio que já separava o Reino entre pretos e verdes, se reconciliando com o irmão mais velho e retomando os antigos hábitos. A essa altura Viserys já estava casado novamente e com três filhos, dois deles, homens. Daemon é distante com os sobrinhos e a nova esposa do rei, Alicent Highttower. Por outro lado, se aproxima (alguns dizem que excessivamente) de Rhaenryra, com quem fazia vôos de dragões e presenteava com objetos raros e caros.

A trégua durou apenas seis meses até que irmãos brigaram novamente e Daemon deixa King’s Landing. Algo aconteceu em relação a princesa Rhaenyra e o tio, que provocou a ira de Viserys, o afastamento perpétuo de Ser Cole da princesa e uma fofoca que entrou para as páginas da História sugerindo incesto. Seja como for, ele foi para o exílio.

E longe, viúvo, Daemon continuou sua luta por poder e ascensão. Sua primeira esposa morreu caindo de um cavalo (conveniente!) e ele até tentou tomar o Vale de Arryn que era de direito dela, mas foi rejeitado. Em seguida se casou com a filha de Corlys Velarion, Laena, depois de matar o noivo da menina. O casamento não tinha o consentimento real, por isso o casal deixa Westeros e tem suas filhas gêmeas em Pentos. O drama familiar só voltou a uma nova trégua depois que Viserys aceiytou o pedido do irmão para apresentar as filhas à Corte. A ocasião? O casamento de Rhaenrya com Ser Laenor Velarion, cunhado de Daemon.



Rhaenerys adorava Laena e as duas famílias concordaram em casar as gêmeas, Baela e Rhaena com os filhos da princesa, Jacaerys e Lucerys. Porém tudo fica cinzento de novo após a morte repentina de Baela, de parto, quando dava luz a um menino que morre também. A dor dos Velaryons aumenta quando o marido da princesa também morre no mesmo ano. Laenor foi assassinado por seu companheiro, Ser Qarl Correy. Alguns diziam que Daemon estava envolvido na morte do cunhado assim como do amante de Rhaenerys, e suposto pai de seus filhos, Ser Harwin Strong, que morreu em um incêndio de Harrenhal no mesmo ano, deixando Rhaenerys livre para se casar e amar novamente. O eleito? Ninguém menos do que Daemon. Viserys voltou a ficar louco com o irmão pois encarou sua união com Rhaenrya como um golpe pela Coroa. O casal teve dois filhos homens, Aegon III e Viserys II.

Rhaenyra perdeu um importante aliado em Corlys Velaryon por uma decisão imprudente. Ela queria que a Serpente do Mar anunciasse Lucerys Velaryon como herdeiro, mas encontrou oposição do sobrinho de Corlys, Sor Vaemond Velaryon, que a acusou de ter sido adúltera. Por ordem da princesa, Daemon prende e executa Vaemond, dando seu corpo como alimento para Syrax, a dragão de Rhaenyra.


E isso tudo acontece ANTES da guerra civil. Com a morte de Viseryon I, tudo piora. Com o trono sendo ursupado de sua sobrinha e esposa, Daemon toma a frente nas batalhas para recuperar o Iron Throne. Em King’s Landing, onde o casal não estava, as decisões foram tomadas a revelia mas com fundamentos controversos. Para Sor Otto Hightower, pai da Rainha Alicent Hightower e inimigo de Daemon, era inconcebível tê-lo como rei consorte. Sor Criston Cole, agora Rei da Guarda, se opunha ao casal pois dizia que transformariam a Fortaleza Vermelha em um bordel. Alicent queria seu filho homem como Rei, respeitado a ordem natural da sucessão antes da alteração para coroar Rhaenerys. Juntos, os três entraram em acordo e Criston coroou o filho de Alicent, como Rei Aegon II Targaryen.

Ao saber da morte do pai e do golpe, uma grávida Rhaenyra perde sua filha, Visenya, e culpa os verdes por sua dor. Os pretos se reúnem em conselho negro e entram em guerra com os verdes, coroando Rhaenyra em Dragonstone. Como principal comandante em nome da esposa, Daemon acumula vitórias, mas se revolta quando descobre que Aemond matou o primo Lucerys. Com a ajuda de Mysaria, manda matar o primogênito de Aegon II, Jaehaerys. O outro enteado, Jacaerys, morre em uma batalha naval contra os verdes.


Em uma manobra ousada e erro de Ser Criston, Rhaenerys e Daemon tomam King’s Landing, mas Aegon II escapa. Apesar do conselho de Ser Corlys por Paz, o casal agora quer vingança. A princesa está mais paranóica do que nunca, vendo traições nas sombras, uma insegurança alimentada por Mysaria, que faz parte do conselho da Rainha, mesmo sendo amante de Daemon. Juntas as duas mandam matar a outra amante do príncipe, mas ele salva a menina a tempo.

A pedido da esposa, Daemon voa com Caraxes atrás do perigoso e cruel sobrinho, Aemond, que está voando com Vhagar. Os dois eventualmente se enfrentam em uma batalha aérea onde Daemon pula de Caraxes com a Dark Sister e atinge o olho cego de Aemond. Os quatro caem no lago de Gods Eye, mas apenas Caraxes volta à tona, antes de morrer. O corpo de Daemon jamais foi encontrado, apenas os de Vhagar e Aemond. Isso gerou a lenda de que ele escapou e foi passar seus últimos anos escondido, com a amante, Nettles.

Eventualmente, com as mortes de Rhaenyra e Aegon II é o filho da princesa dom Daemon, Aegon III, que ascende ao Iron Throne, reinando como seus pais não conseguiram.

Pelos trailers e teasers, a 1ª temporada, avançando no tempo, vai chegar ao conflito entre parentes, mas antes da parte mais sangrenta. A previsão é de até quatro temporadas, o que alguns suspeitam ser muito pois em duas cobririam quase tudo.

O bom é que com o carisma de Matt Smith, Daemon Targaryen tem tudo para ser inesquecível.

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s