40 anos sem Grace Kelly

Quando era uma das maiores estrelas em Hollywood, com um Oscar de Melhor Atriz e todos os diretores disputando sua atenção, Grace Kelly deus as costas para o cinema e virou uma Princesa. Grace era uma das mulheres mais famosas do mundo quando conheceu o Príncipe Rainier, em uma reportagem sobre Monaco que aceitou participar. Aquele encontro casual mudou a vida da atriz para sempre.

E nos rendeu um dos mais copiados e lindos vestidos de noiva de todos os tempos.

Grace, nascida em uma família rica de Philadelphia e ainda criança, inspirada pelo tio que era teatrólogo, começou a sonhar com os palcos. Toda família era atlética, mas ela sonhava com livros, contos de fadas e moda. Sua inegável beleza a ajudou a se destacar rapidamente, chegando na Califórnia ainda muito nova.

Em seu segundo filme, Matar ou Morrer (High Noon), ao lado de Gary Cooper, a fez uma estrela e em apenas dois outros anos, com apenas 25, ganhava o Oscar de Melhor Atriz, por Amar é Sofrer, ganhando de Judy Garland em Nasce Uma Estrela (A Star is Born).

Em seguida, já como a atriz favorita do exigente diretor Alfred Hitchcock, estrelou três thrillers clássicos: Disque M para Matar (Dial M for Murder), Janela Indiscreta (Rear Window) e Ladrão de Casaca (To Catch a Thief). Ao lado de Audrey Hepburn, era a atriz mais respeitada e disputada do mercado. Uma viagem para França mudou tudo. Aos 26 anos, Grace tinha rompido um noivado com o designer Oleg Cassini e segundo biógrafos, já se preocupava em “estar velha”. Lembrando que era uma época que casamento e filhos eram status, ela não pensou duas vezes quando se apaixonou pelo príncipe Rainier III. Esse conto de fadas, muitos anos antes Princesa Diana e Meghan Markle alimentou a imaginação de mulheres românticas em todo o mundo e por muitas gerações. Seu último papel na tela grande foi em Alta Sociedade (High Society), em 1956.

A partir daí, a Princesa formou uma família, criou três filhos e seguiu sendo um ícone fashion. Porém, em 14 de setembro de 1982, com apenas 52 anos, Grace Kelly morreu em decorrência de um acidente de carro nunca realmente explicado. No dia 13, ela estava na direção de um Rover, com sua filha, Stephanie, quando sofreu um derrame e perdeu o controle de seu carro. Elas estavam em uma estrada sinuosa, caiu da encosta e pegou fogo. Ambas as princesas foram levadas às pressas para o Hospital de Mônaco, sendo que Grace sofreu fraturas em uma costela e no fêmur e clavícula direitas, e morreu no dia seguinte. Stephanie sobreviveu.

Na época, a comoção foi global. Grace Kelly é considerada uma das lendas do cinema e aos 52 anos, parecia ainda ter uma longa vida à frente. Seu filho, Príncipe Albert fez uma homenagem hoje.

“Quarenta anos depois, ela ainda captura a imaginação das pessoas”, ele disse. “Ela conseguiu capturar a imaginação e a atenção de várias gerações mais jovens e poucas fizeram isso. E não é apenas sua beleza ou o ícone da moda que ela era que atrai as pessoas, mas seu calor, seu coração, e a humanidade que as pessoas viam nela é que lembram,” completou.

Fica aqui a minha homenagem a estrela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s