Em House of the Dragon reunir a família dá confusão…

A toxicidade da família Targaryen no mundo real do século 21 seria o reality mais bombado do planeta. Não há uma reunião entre eles que não renda discussão, cenas de bate-boca ou até mesmo, assassinato.

No 1º episódio, no torneio, os Lordes de Westeros esqueceram que era uma festa e partiram para pura violência, com uma Rhaenys historicamente reagindo com tédio em relação da pancadaria.

No 2º, Daemon rouba um ovo e toma conta de Dragonstone, precisando ser confrontado por homens armados e a sobrinha, Rhaenyra para que o deixa-disso evitasse mortes.

No 3º, Rhaenyra e Viserys batem boca em público na festa de aniversário de 2 anos de Aegon, a princesa some e retorna coberta de sangue depois de ter matado um animal.

No 4º, a noitada no bordel de Rhaenyra e Daemon rende um escândalo que Viserys corre para abafar, mas Otto Hightower dança de sua privilegiada função de Mão do Rei.

No 5º, o casamento forçado de Rhaenyra e Laenor, tem o rei sendo interrompido, penetras na festa, Alicent declarando guerra e acaba com um bafáfá e assassinato em plena festa, bafão dos mais clássicos.

No 6º, Rhaneyra não espera nem 5 minutos do parto de seu filho e desfila suada, descabelada e sangrando no Red Keep para apresentar o filho à Alicent. Além disso, Harwin Strong e Criston Cole saem no tapa quando estão dando aula para os príncipes.

O que será no no 7º: Baixaria novamente!!!!

O que esperamos no domingo é a guerra entre verdes e pretos esperando uma gota para começar a batalha física.

A morte de Laena Vesaryon força a família se reencontrar em Driftmark, e nem os mortos ganham respeito. A essa altura, mesmo Rhaenyra tendo se retirado de King’s Landing traz Paz entre ela e Alicent. Isso porque a princesa nem desconfia de quanto a sua madrasta está envolvida nas mortes de Ser Lyonel e Harwin Strong. Ao ver que Otto Hightower está de volta na posição de Mão sem nem menos um mês ter se passado deveria ser a dica… mas o problema está mesmo entre as crianças.

Após o enterro de Laena, os filhos de Rhaenyra – Jace e Luce – saem no tapa com Aegon e Aedmond e Luce acaba furando o olho do tio. Para Alicent, o ataque foi premeditado e ela quer punição na mesma moeda, partindo para cima de Rhaenyra com a adaga. Se ninguém tinha pescado o ódio entre elas agora está mais do que claro.

Os aliados de Rhaenyra são fortes (desculpe a piada): os Velaryons e seu tio, Daemon. Mas o mais importante deve estar para o final do episódio quando Aedmond consegue clamar Vhagar para si, colocando uma das dragões mais perigosas de Westeros sob domínio dos verdes.

Será emocionante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s