Episódio final de House of the Dragon pode responder a um mistério maior

Mesmo se você ainda não leu o livro, se está nas redes sociais, já sabe o principal, também um dos mais traumáticos mmentos da guerra civil de House of the Dragon.

Isso mesmo. Tio Aemond Targaryen e sobrinho Lucaerys Velaryon vão acertar as contas violentamente no episódio final da temporada.

Foi uma longa e complexa jornada até aqui.

Antes do dia que o Príncipe Lucaerys cegou seu tio de um olho, em uma disputa na qual defendeu seu irmão, Jacaerys, de um golpe mortal, Luce participou do bullying liderado por Aegon II (um detalhe que os Verdes esquecem) no qual humilhava Aemond por não ter um dragão, mas também apanhou frequentemente do tio nos treinos, graças a orientação de Ser Criston Cole e sim, passou uma vida sendo chamado de “bastardo” por Aemond, mesmo com a proibição expressa de Viserys sobre o assunto.

Com todo esse passado, não é surpresa que a passagem do reencontro acidental entre Aemond e Lucaerys seja tensa no livro. Imagine na série?

“Olhe para essa criatura triste, Meu Senhor”, Aemond começou ao ver Luce chegar em Stormsend. “Pequeno Luke Strong, o bastardo”, continuou se aproximando. “Você está molhado, bastardo. Está chovendo ou você se mijou de medo?”, provocou.

Luce ignorou o tio e se dirigiu apenas a Lord Borros. “Trouxe uma carta da minha mãe, a Rainha”, tentou dizer, sendo mais uma vez interrompido por Aemond: “A piranha de Dragonstone, ele quer dizer”.

Os guardas de Borros Baratheon os separa, mas logo fica bem claro que, apesar de ser primo de Rhaenys e ter jurado fidelidade à Rhaneyra, Lord Borros mudou de lado. Vendo que sua missão é inútil, Lucaerys se prepara para sair, mas Aemond saca a espada e o impede. “Pare, Strong. Primeiro me pague a dívida que me deve”, tirando o tapa-olho e revelando ter uma safira no lugar do olho que perdeu. “Você tem uma faca, assim como tinha naquele dia. Arranque seu olho e eu te deixo ir. Apenas um dá conta, não quero te cegar”, ele ameaçou.

Luce tinha prometido a Rhaneyra que não lutaria e se segura. “Não vou lutar com você. Estou aqui como mensageiro, não um cavaleiro”, diz. Aemond não quer perder a oportunidade. “Como um traidor e um corvo”, provoca. “Eu terei o seu olho ou a sua vida”, insiste.

Lord Borros interrompe a discussão e Luce vai embora. Porém, Maris Baratheon provoca Aemond: “Foi seu olho ou as suas bolas que ele tirou?”, ela pergunta. “Ainda bem que você escolheu uma das minhas imãs [e não eu] porque eu prefiro um homem completo”.

Foi o que bastou para Aemond. Ele pede permissão para sair, ao que ouve de Borros: “não tenho o que dizer sobre o que faz fora do meu telhado”.

Com a aprovação dos Baratheons, sai com pressa.

A tempestade do lado de fora está tão pesada que Luce e Arrax estão com dificuldade de voar. Logo Vaghar e Aemond os alcançam.

O ataque é rápido e testemunhado por muitos.

Vaghar e Arrax se enfrentam, mas Arrax logo cai no mar revolto. Sua cabeça está separada do corpo.

E Lucaerys? As versões a seguir são parte da lenda:

  1. O corpo de Lucaerys ressurgiu no mar junto com Arrax e Aemond desceu, arrancou os dois olhos do sobrinho e os presenteou a Maris Baratheon;
  2. Lucaerys caiu com Arrax, sobreviveu à queda mas perdeu a memória, passando o resto de seus dias como um pescador pobre e com problemas mentais;
  3. Luce foi arrancado das costas de Arrax por Vaghar que “o engoliu inteiro”.

O fato é seu corpo jamais foi encontrado.

Com o ataque, a Paz foi completamente descartada como solução para o problema da Casa Targaryen.

Para Rhaneyra, a morte de seu filho teve um impacto paralizador. No livro, Alicent e Otto Hightower se desesperam quando sabem, sendo contrários ao que Aemond fez. Juro, ATÉ OTTO SE CHOCA E OPÕE. Apenas Aegon II adora a notícia e faz uma festa para celebrar Aemond.

Resta confirmar se na série Otto vai realmente se opor, porque ter Otto desaprovando um ato violento contra Rhaenyra não pode ser subestimado. Claro que não é o fato de tirar mais um da linha sucessória que ele não gosta, é o momento e a independência de Aemond agindo sem combinar com os Verdes que pode atrapalhar todo golpe que está em andamento.

E Otto tinha razão porque a resposta vem de Daemon Targaryen, que contrata Blood e Cheese para retaliação. “Um filho por um filho”, ele promete. A frade refoça a teoria da Internet que insiste ser a comprovação da verdadeira ligação entre Aemond e Heleana…

Seria perfeito fechar a 1ª temporada com a resposta dos Pretos pela morte de Lucaerys, mas como os vazamentos do Reddit têm se comprovado corretos, vamos entrar no hiato justamete com a morte de Lucaerys e abrir a 2ª temporada com um dos atos mais violentos de toda franquia.

O trailer – que mostra o ataque de Vaghar – parece comprovar que o destino de Luce foi a opção 3.

Qual é a sua opinião?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s