Há 190 anos, celebramos 7 de abril como o Dia do jornalista

Dia 7 de abril, apenas no Brasil, é celebrado o Dia do Jornalista. A data, determinada pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI) em 1831, é uma homenagem à liberdade da imprensa. Isso porque o dia 7 de abril marcou a abdicação de D. Pedro I em favor de seu filho, depois de uma forte pressão popular.

Não ajudou que um de seus principais oposicionistas, o jornalista e médico Giovanni Battista Líbero Badaró, tenha sido assassinado a tiros por inimigos políticos ceca de 5 meses antes, quando ele chegava em casa. Ele era proprietário do “Observador Constitucional”, um jornal com linha editorial liberal e contra o reinado de D. Pedro I. Segundo consta, as últimas palavras de Badaró teriam sido  “morre um liberal, mas não morre a liberdade”.


Aproveitando a data, que eventualmente espero desenvolver em um post maior, vamos relembrar alguns filmes onde os jornalistas tiveram importância crucial para mudar a História?

Sim, nem sempre os jornalistas são os mocinhos. Em muitos filmes, inclusive, é sua sede pela notícia a qualquer custo que os coloca como vilões. Mas hoje é o dia para pensar nos que seguiram a informação e combateram todos que foram contra a verdade. Não é uma lista completa ou está na ordem de importância.


O escândalo, com Nicole Kidman, Margot Kiddie e Charlize Theron

Todos os Homens do Presidente, com Dustin Hoffmann e Robert Redford

Zodíaco, com Robert Downey Jr

Spotlight, com Mark Ruffallo

The Post, com Meryl Streep e Tom Hanks

O Informante, com Al Pacino e Russel Crowe

E claro, vamos lembrar da nossa reporter do DC Comics, Lois Lane.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s