35 anos de True Blue

Meu Deus. 35 anos. Há 35 anos, Madonna era a mulher mais famosa do mundo. ela vinha de um grande sucesso de vendas com Like a Virgin, assim como uma turnê nos Estados Unidos que foi um mega fenômeno cultural. E sim ela se casou de surpresa com o ator mais talentoso de sua geração, Sean Penn, que, ao contrário dela, odiava a atenção da imprensa. No meio desse caos, veio uma pérola. O álbum True Blue.

Like a Virgin cantava uma mulher moderna, que queria romance mas independência. True Blue é até hoje o álbum mais romântico de Madonna. Ela ressurgiu magra, loira platinada e cantando o amor eterno ao marido, a quem dedicou o álbum.

True Blue traz alguns dos maiores clássicos de Madonna: Open Your Heart, Papa Don’t Preach, La Isla Bonita e Live To Tell, para citar apenas alguns. Todas as canções escritas para Sean Penn ( o álbum seguinte, Like a Prayer, já seria o álbum do divórcio dos dois).

True Blue marcou a estréia de Madonna como produtora, ao lado de Patrick Leonard e chegou aos mercados no final de junho de 1986. Marcou, além disso, mudanças significativas na carreira da artista. Primeiro o tom de sua voz. Depois de dois álbuns cantando agudo, depois de uma turnê dançando e cantando, Madonna desceu o tom e passou a usar uma voz mais grave. Igualmente, entrou mais abertamente no mercado latino.

A capa, com Madonna platinum blonde e de jaqueta de couro, foi um trabalho do fotógrafo Herb Ritts, considerada uma clássica instantânea.

Embora as canções sejam – na maior parte – sobre amor, Madonna consegue homenagear seis ídolos Jean Harlow, Grace Kell e Marilyn Monroe. Depois de ser considerada novidade, Madonna queria ser levada a sério. Mas claro, fazendo notícia. A canção que foi trabalhada depois de Live to Tell, foi Papa don’t Preach, uma canção anti-aborto que provocou até o Vaticano, que a aprovou no início, mas interpretou mal Madonna, que advoga pela opção da mulher.

Em White Heat, mesmo com a citação de James Cagney no filme de 1949 com o mesmo nome, é sobre o empoderamento feminino.

Para os críticos e fãs, True Blue foi o álbum que solidificou a carreira de Madonna para o super-estrelato, vendendo mais de 25 milhões de cópias ao redor do mundo. Incrível que tenha passado tão rápido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s