A advogada de Ghislaine já defendeu terroristas e Imelda Marcos

O time de defesa de Ghislaine Maxwell tem alguns dos melhores advogados de defesa criminal dos Estados Unidos, incluindo a super advogada Bobbi Sternheim, que lidera a equipe. O nome de Bobbi é uma mensagem clara de que a empresária aposta na melhor para conseguir salvá-la de uma condenação de até 80 anos, o que, aos 59, é sinônimo de perpétua. É que a advogada tem entre sua lista de clientes, nomes como  Imelda Marcos, Minh Quang Pham (que participou de um atentado no Aeroporto de Londres) e Khalid al-Fawwaz,  o principal articulador de Osama Bin Laden e que provocou a morte de 224 pessoas em um atentado na África, em 1998.  Bobbi Sternheim
tem “top secret/ SCI clearance“, o que a permite defender pessoas passíveis de extradição internacional e já esteve envolvida com processos de “crime organizado”, “conspirações de extorsão”, “terrorismo internacional”, “fraude”, “assassinato” e “mídia pornográfica”, entre outros crimes. Ela conseguiu inclusive reverter penas de morte em casos federais ( de Khalid al-Fawwaz).


Uma das importantes vitórias do time de defesa já foi conseguir banir do tribunal câmeras de vídeo, fotos ou telefones.

Não é pouco o fato de que a defesa de Ghislaine tenha a “super-advogada”, como chamam Bobbi. Na promotoria, outra mulher lidera o processo, Maurene Comey, a filha de um ex-diretor do FBI, James Comey, que ficou internacionalmente conhecido quando investigou o vazamento dos e-mails pessoais da então candidata à Presidência, Hillary Clinton, assim como a ligação da campanha de Donald Trump com hackers russos. Lembrando que tanto Trump como Hillary são amigos pessoais de Ghislaine (que inclusive foi convidada para o casamento de Chelsea Clinton) e que também, tanto Trump como Bill Clinton frequentavam as casas e os jatos de Jeffrey Epstein, já se percebe a confusão de pessoas de influência. Não deve ajudar muito que o pai da promotora tenha sido demitido por Donald Trump quando esse foi presidente…

Maurene Comey já estava na equipe da promotoria no processo contra Epstein, quando ele foi encontrado morto em sua cela, em 2019. Ela conhece bem os pormenores do caso.

Além de Bobbi Sterheim, a equipe de defesa de Ghislaine inclui David Markus, o advogado que já foi da promotoria e condenou o traficante Joaquin ‘El Chapo’ Guzman. Ele pode ser um importante desestabilizador da acusação.

A juíza do caso, Alison Nathan, tem apenas 49 anos e foi nomeada para o Tribunal na administração de Barack Obama, em 2011 e um dos casos mais famosos que presidiu foi o do processo do Governo americano contra Elon Musk. Ela, portanto, é durona.

Os argumentos começam agora à tarde e Ghislaine conta com o apoio da família entre os presentes. Espera-se testemunhos fortes, detalhados e escandalosos nos próximos dias. Com chance de desfecho surpreendente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s