O julgamento de Ghislaine Maxwell

Depois de um atraso de quatro meses, a empresária Ghislaine Maxwell, acusada de comandar uma rede de tráfico e exploração sexual ao lado do ex-namorado, Jeffrey Epstein, vai a julgamento a partir de hoje, 30 de novembro. É um capítulo importante nessa saga de terror e acusações mútuas, que têm famosos e poderosos entre os abusadores e uma penca de pessoas ainda à parte do processo judicial.

Por mais que alegue ter rompido o relacionamento amoroso com Epstein em 2013, Ghislaine é unanimamente citada pelas sobreviventes como cúmplice e abusadora. Ela que ajudava a selecionar as meninas (incluindo menores de idade), as cooptava para o esquema e, segundo consta, participava também de algumas das relações sexuais. Há mais envolvidos que precisam responder, mas Ghislaine certamente tem acesso às informações mais sensíveis e detalhadas de toda rede criminosa. Epstein, em outro processo anterior ao que o levou à prisão em Nova York, fez um acordo em que dava imunidade à Ghislaine, mas, como se trata de um novo processo e outras acusações, ela não conseguiu se proteger nem da prisão nem do julgamento.

Ghislaine se mantém como inocente, o que faz do trabalho de seus advogados ainda mais complicado com tantos fatos, fotos e acusações contra ela. Aos 59 anos, há mais de um ano detida em Nova York, ela pode ser condenada a 80 anos.

Será um dos casos da década e vamos acompanhar o desenrolar. Dia a dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s