A histeria importante de Don’t Look Up

Toda campanha para colocar Don’t Look Up como um dos melhores filmes do ano tem relevância. Um filme que pode soar ambientalista e panfletário, é tão importante que o diretor Adam McKay achou a melhor maneira de nos fazer refletir sobre nossas próprias falhas diante das catástrofes. Embora pareça comédia, o filme é um drama, e dos mais relevantes.

Antes de mais nada, Don’t Look Up tem um ensemble cast impressionante que quase nos distrai mais do que nos ajuda. Liderados por Jennifer Lawrence e Leonardo DiCaprio, é quase como todos os vencedores ou indicados ao Oscar nos últimos anos tivessem assumido a patota para participar. Meryl Streep, Mark Rylance, Jonah Hill, Thimothée Chalamet e Cate Blanchett são apenas alguns dos nomes no elenco. Vamos aos Spoilers.

Os astrônomos Kate Dibiasky (Jenniffer Lawrence) e Randall Mindy (Leonardo DiCaprio) descobrem um cometa gigantesco e raro, mas que está em direta rota de colisão com a Terra. O planeta tem pouco mais de seis meses para lidar com sua total e inevitável extinção. Porém interesses políticos, comerciais e pessoais interferem com a divulgação da informação, contribuindo para o negacionismo e histeria.

As atuações de todos parece forçada em algum momento, mas Leonardo DiCaprio já entre os mais cotados para o Oscar de Melhor Ator no próximo ano. Quem está brilhante mesmo é Mark Rylance, quase irreconhecível, efetivamente se distanciando que qualquer papel que já tenha feito até então. Todos os outros se repetem, incluindo Meryl Streep, Jennifer Lawrence e Cate Blanchett. O exagero, no entanto, faz parte da narrativa de Don’t Look Up, portanto não é um fator negativo.

Entenda uma coisa: se você ri em Don’t Look Up, você faz parte da crítica do filme. Porque a primeira coisa que o filme faz com brilhantismo é fingir ser comédia. Não há nada absolutamente ou remotamente divertido no que estão contando: o mundo vai acabar, mas as pessoas não se importam ou não entendem, é difícil decidir. Os absurdos se multiplicam, aceleram e tiram o foco do que está acontecendo. Nos mostra como lidamos com as notícias e fatos diariamente. Ninguém escapa. A insensibilidade é sufocante e a história, urgente. Então quando rir, e vai rir, segure o engasgo quando se lembrar de como somos manipulados.

Ao assistir ao filme, por favor, Olhe para Cima, e repense suas atitudes. O cometa metafórico um dia pode ser fato, e vários deles já estão nos atingindo diariamente. Don’t Look Up é um filme para reflexão, não para rir. Parabéns a Adam McKay, mas por estar tocando no nervo, não será unanimidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s