2022: o Jubileu de Platina e o drama

1992 foi, segundo a Rainha Elizabeth II, seu annus horribilis. Três de seus filhos se separaram mediante grandes escândalos, incluindo o primogênito e herdeiro, Charles, cuja separação da Princesa Diana segue rendendo livros e fofocas mesmo 30 anos depois, além do incêndio de parte do castelo de Windsor. Para quem acompanha a trajetória da Família Real britânica, 1992 foi fichinha perto do que vimos em 2021, com o falecimento de Príncipe Philip, mais fofocas, o rompimento de Harry e Meghan com a Realeza e as acusações de racismo e pedofilia de membros da família. Para coroar o drama uma pandemia que provocou o isolamento da Rainha quando mais precisava de apoio.

Se esperavam Paz para 2022, melhor pensar no próximo ano. Em 2022, a agenda dos Windsors estará complicada, para dizer o mínimo.

Agora em janeiro, Kate Middleton chega aos 40 anos, no dia 9 e, em abril, Elizabeth II completa 96 anos, no dia 21. Em junho haverá um evento de ação de graças para Príncipe Philip, no dia 10. No dia 21, é a vez de William entrar para o clube dos quarentões.

Embora tenha ascendi ao trono em 6 de fevereiro de 1952, o Jubileu de Platina da Rainha, comemorando 70 anos de reinado, que vai ocupar as agendas de junho, com grandes eventos em todo país.

Há algumas sombras ameaçando o ano. A começar pelo processo criminal contra o Príncipe Andrew, desenrolando com dificuldade e aumentando a tensão todos os dias. A insistência de Andrew de claramente mentir sobre seu envolvimento com menores da rede de Jeffrey Epstein colocou toda monarquia em cheque. Até seu aniversário, em 19 de fevereiro, ele pode ser um homem condenado e criando uma dor de cabeça diplomática entre os Estados Unidos e Inglaterra.

Mais do que tudo, muitos receiam o que Harry vai contar na sua biografia, prevista para ser lançada mais ou menos a tempo do Jubileu. E a nova temporada de The Crown, que vai ao ar até o final do ano e vai recontar justamente o annus horribilis.

A saúde fragilizada da Rainha contribui para as especulações de quando Charles virá a ser coroado em seu lugar. O que sabemos de certo é que estamos diante de um potencial annus horribilis 2.0, o oposto que monarca esperava para uma data tão marcante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s