Absolute Beginners: filme e canção

Em 1986, o diretor Julien Temple lançou uma musical que foi uma rápida febre, reunindo nomes como David Bowie e Sade no elenco: Absolute Beginners. Apesar de ter tido destaque no Festival de Cannes, o fracasso na bilheteria colaborou para o filme desaparecesse, mas, a canção principal, uma linda canção de amor escrita por David Bowie, passou a ser um de seus maiores sucessos. Porém, na época do lançamento, devido aos nomes envolvidos, foi um conteúdo badalado entre os críticos e cadernos de cultura.

Absolute Beginners é uma adaptação do livro de mesmo nome, escrito por Colin MacInnes e que retrata a Londres dos anos 1950s. Eddie O’ Connell, Patsy Kensit, James Fox, Edward Tudor-Pole e Anita Morris completaram o elenco, mas foram as estrelas da música (Na qual Patsy, como vocalista do Eight Wonder, se encaixava), que atraíram o público.

A trama, que se passa no final dos anos 1950s e a entrada da swingin’ London dos anos 1960s, dá destaque ao Jazz como estilo rebelde musical. O fotógrafo Colin se apaixona por Crepe Suzette, uma artista ambiciosa que aposta em tudo para aparecer. Para ter chance, Colin também faz de tudo para ficar famoso, enquanto tensões sociais e raciais colaboram para as mudanças culturais.

O roteiro bem anos 1980s, com números musicais (Bowie inclusive sapateia), bastante supercifial colaborou para datar a produção. O mesmo não se pode dizer da canção de Bowie. Escrita do ponto de vista de Colin, é linda.

I’ve nothing much to offer
There’s nothing much to take
I’m an absolute beginner
But I’m absolutely sane
As long as we’re together
The rest can go to hell
I absolutely love you
But we’re absolute beginners
With eyes completely open
But nervous all the sameIf our love song
Could fly over mountains
Could laugh at the ocean
Just like the films
There’s no reason
To feel all the hard times
To lay down the hard lines
It’s absolutely trueNothing much could happen
Nothing we can’t shake
Oh, we’re absolute beginners
With nothing much at stake
As long as you’re still smiling
There’s nothing more I need
I absolutely love you
But we’re absolute beginners
But if my love is your love
We’re certain to succeedIf our love song
Could fly over mountains
Sail over heartaches
Just like the films
If there’s reason
To feel all the hard times
To lay down the hard lines
It’s absolutely true

A versão acústica do português Tiago Bettencourt ressalta a melodia.

Mas Bowie, claro, é imbatível. No dia do seu aniversário de 75 anos, vale lembrar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s