Raised by Wolves: fé na ciência pode ser igualmente perigosa

A profundidade do que Ridley Scott está nos apresentando em Raised by Wolves é quase emocionante. Não há mocinhos, não há vilões. Há desconfiança e manipulação dos dois lados e muita coisa para refletir.

No 2ª temporada, os Ateístas estão em controle, porém a dependência da ciência e tecnologia não os difere dos que acreditam em Sol. A humanidade, não importa o planeta, é nojenta. O elemento de esperança não foi mostrado ainda, apenas a opressão.

Os andróides Mãe e Pai são aceitos tortuosamente por ambos os lados. São máquinas, mas programadas para ter carinho e empatia. Estão vagando entre os polos de ódio humano tentando ajudar. Na 1ª temporada, apareciam como antagonistas. Agora, indefinidos. Não são unanimidade, porém quem convive com eles se apaixona, com fé ou não. Uma metáfora linda de um diretor genial.

Há muitos episódios queríamos de Pai, ou Pop, se firmasse e recuperasse respeito. Os filhos o amam (até Marcus!!!), mas ele se sentiu (sim, máquinas sabem definir sentimentos) quase inútil. Começamos com um Marcus estranhamente cheio de poderes (explica no final) e “vencendo” Pop. É a terceira ou quarta morte do andróide, ele se ressente de sua “fraqueza”. Mas é exatamente sua vulnerabilidade que o faz tão unanimamente adorado. Com o amuleto presenteado disfarçadamente, ele tem – finalmente – uma grande e pública vitória. Quem não gritou por ele?

Sem Sue, Marcus seguiu em frente e já tem até novo amor. Seus aparentes super-poderes estão ligados com a escama da serpente/Nº7, que absorve a energia solar. Paul, como vimos, odeia e ama o “pai”, detestando sua origem, mas tocado por sua fé. Não chegamos nem mesmo na metade, mas vemos que Sue será ainda usada de alguma forma para tentar aniquilar Marcus. Será que ainda se amam? Será que Sue se converte? Ou Marcus volta ao ateísmo?

Não temos idéia e por isso, Raised by Wolves vai ganhando ritmo. Assumo: estou viciada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s