A música de Michel Legrand

Ao lado de maestros como Ennio Morricone e John Williams, Michel Legrand compôs algumas das mais belas e marcantes trilhas sonoras da História do cinema. Falecido há apenas 3 anos, no dia 24 de fevereiro completaria 90 anos.

Por influência de meu pai, fã de jazz, do cinema francês e da música de Legrand, o tenho como um dos meus cinco favoritos de todos os tempos. Tenho orgulho de ter o visto tocar em um show para 50 pessoas, no Rio de Janeiro, ainda nos anos 1990s. Ele amava a música brasileira e vinha frequentemente ao Brasil.

Michel Legrand nasceu em Paris filho de pai compositor e mãe música, portanto além do DNA de berço, aprendeu desde cedo a tocar piano e a escrever sua música. Entrou para o prestigiado Conservatoire de Paris com apenas 11 anos, se destacando e formando com mérito como um dos melhores pianistas e compositores da escola. Estourou como artista aos 22 anos, mas seu sonho era tocar jazz e logo estava nos Estados Unidos, trabalhando com Miles Davis e Stan Getz.

Ao longo de sua carreira, compôs mais de 200 trilhas sonoras, ganhou 3 Oscars e 5 Grammys e era o compositor favorito de Barbra Streisand, uma das artistas mais exigentes da História. Foi a ele, que sempre trabalhava com o casal Alan e Marilyn Bergman, que Barbra entregou o desafio de criar a música de seu 1º filme, o musical Yentl, em 1983. Foi o terceiro e último Oscar do compositor.

A primeira trilha sonora assinada por Michel Legrand, em 1964, tem uma de suas mais belas canções, I Will Wait for You, escrita para Os Guarda-Chuvas do Amor. Em 1968 foi indicado ao Oscar pela trilha sonora de Crown, o Magnífico, mas ganhou “apenas” o Oscar de canção pelo filme, com o clássico The Windmills Of Your Mind. Em 1971, ganhou o Oscar pela belíssima e emocionante trilha sonora de O Verão de 42. Suas canções – todas clássicas – What Are You Doing The Rest of Your Life, Pieces of Dreams, How Do You Keep The Music Playing, Papa, Can You Hear Me e The Way He Makes Me Feel foram todas indicadas ao Oscar também.

A música de Legrand era valsada, grandiosa, sempre com melodias marcantes e inesquecíveis. Era admirado por eruditos e artistas pop, uma rara unanimidade no meio. Em 2019 foi internado por causa de uma infecção pulmonar que logo virou septicemia. Tinha 86 anos.

Aqui uma playlist com alguns dos sucessos de Michel Legrand. Aproveite!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s