A virada estratégica de Catarina de Médici

A primeira temporada de The Serpent Queen foi nada menos do que perfeita. Historicamente apurada, grandes interpretações, gravadas nos locais onde os fatos ocorreram, trilha sonora divertida e desconstrutiva, e um ritmo acertado.

A figura de Catarina de Médici entrou para a História como a de uma mulher manipuladora, misteriosa, implacável e poderosa. Sem origem nobre, mas de família rica, foi Rainha da França e depois regente, mas no total passou três décadas comandando uma das mais importantes nações do mundo.

A série nos apresenta Catarina mais velha, já com a alcunha de “Rainha Serpente”, onde nos convida a julgá-la ouvindo sua história desde sua perspectiva pessoal, e se “faríamos diferente”. Obviamente ela nos conduz a simpatizar com sua trajetória, invertendo os papéis de mocinhos e vilões (Diane de Poitiers, Mary, Rainha da Escócia, os Guise, os Bourbons) tudo de uma forma deliciosamente maliciosa. No episódio final da temporada, Catarina astutamente virou o jogo, escanteou os jogadores e literalmente agarrou a Coroa para si, ao perder o marido, o primogênito e ter seu filho de apenas 8 anos, Charles X virando o rei. Como regente, Catarina vai lidar com os conflitos religiosos, a politicagem e as questões de família.

Em um ritmo alucinante e várias viradas, o episódio final foi estonteante, e apenas quem lembra dos fatos ou está prestando atenção consegue acompanhar as trocas de alianças e poder. Para resumir, depois de exilar Diane após a morte do marido, Catarina se viu à mercê de uma religiosamente obcecada Mary, controlada pelos Guise e inimigos do protestantismo. Como estrangeira e plebéia, Catarina não fica muito acima deles, por isso faz alianças perigosas para ganhar controle. No entanto, a saúde frágil do filho a leva mudar de lado no último minuto, em uma estratégia perigosa, mas vencedora.

Em uma cartada, Catarina exilou Mary, tirou o controle tanto dos Guises como dos Bourbons e começa oficialmente seu período como Rainha Regente. Um bote incrível e uma aula de política.
A segunda temporada está confirmada, mas não deve ser liberada antes da metade de 2023, se não for em 2024. Valerá esperar cada segundo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s