Christine McVie, cantora e compositora do Fleetwood Mac, morre aos 79 anos

Ao lado de Stevie Nicks, sua grande amiga, Christine McVie trazia a feminilidade ao grupo Fleetwood Mac, em especial, com suas canções ao piano. Autora de clássicos como Don’t Stop, Little Lies, You Make Loving Fun e Songbird, entre outras, a artista faleceu hoje, 30 de novembro de 2022, aos 79 anos. Não compartilharam a razão, com sua família apenas dizendo que ela morreu “após uma curta doença”.

Christine, que foi casada por muitos anos com seu colega de banda, John McVie, ficou na banda por 28 anos, com uma saída em 1998 e retorno em 2014. Se juntou ao grupo em 1970, testemunhando tempos tumultuados, de separações amorosas e brigas, sempre sendo creditada como a fonte de segurança e Paz entre os músicos, algo que em uma entrevista no início de 2022 reconheceu ser verdade. “Sim, eu supostamente era como a Madre Teresa que saía com todo mundo ou apenas tentava [manter] tudo bem, legal e relaxado. Mas eles eram ótimas pessoas; eles eram grandes amigos”, ela disse à Rolling Stone.

Nascida na Inglaterra, filha de um violinista concertista e professor de música e uma “médium psíquica e curandeira”, ela começou a tocar piano clássico ainda criança. Apenas quando chegou à adolescência que deixou as partituras pelo blues e rock and roll. Fez sucesso como membro da banda Chicken Shack e flertou com uma carreira solo antes de entrar para o Fleetwood Mac, em 1970, um ano depois de se casar com John McVie.

Em 1974 o grupo se mudou para os Estados Unidos e contratou a dupla, Lindsey Buckingham e Stevie Nicks, mudando o som e ganhando status de superbanda. Ela também protagonizou parte dos dramáticos bastidores do álbum Rumours, um dos mais vendidos de todos os tempos e que refletia a desordem emocional dos músicos, com as separações dos dois casais e outros casos entre eles.

Rumors ganhou o Grammy de Álbum do Ano em 1978 e vendeu mais de 40 milhões de cópias, fazendo do Fleetwood Mac um dos grupos mais populares de todos os tempos nos Estados Unidos e mais de 54,5 milhões de álbuns vendidos.

Christine saiu e voltou para o Fleetwood Mac algumas vezes, tentando uma semi-aposentadoria e gravando ocasionalmente solo. Em 2017 fez um álbum e uma turnê com Lindsey Buckingham antes de voltar para a banda, em 2018. Tocou com eles em 2019, antes da pandemia. É mais uma grande perda para a música. Fique em Paz, Christine.

2 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s