Segredos e pecados fazem ligações perigosas

Estamos mais perto do final da 1ª temporada e apenas algumas questões foram respondidas, mas são importantes. Camille (Alice Englert) e Pascal de Valmont (Nicholas Denton), ainda com química e atração entre eles, formam uma parceria mais equilibrada para alcançar seus objetivos, mas estão indo contra sagazes oponentes. Não será fácil.

Com viradas e surpresas constantes, Ligações Perigosas é uma das séries mais interessantes de 2022, e mesmo que tenha dito isso antes, está entre as 5 melhores do ano. Não é surpresa uma vez que a showrunner nos deu a ótima O Alienista, na Netflix, mas é ainda mais emocionante. Vamos falar do episódio 5 com SPOILERS, e começando pela virtuosa (?) Jacqueline de Montrachet (Carice Van Houten), e sua importância no coração da relação do casal protagonista.

Um reencontro de atores de Game of Thrones

Se há uma das qualidades inegáveis de Game of Thrones essa é o elenco original da franquia. E, sem surpresas, encontramos nada menos do que três atores que se destacaram na série: Tom Wlaschiha, Carice Van Houten e Michael McElhatton. Em outras palavras, Jaqen H’ghar, Melisandre e Roose Bolton, três personagens que deram muito medo nos fãs. Enquanto Carice e Tom vivem o (ainda) misterioso casal de Montrachet, Michael é o manipulador e cruel Marquês de Merteiul. Tirando essa curiosidade que obviamente gera interesse em Miscelana, vamos ao episódio.

No episódio anterior, vimos que a voz de Jacqueline de Montrachet deu gatilho em Camille e, com isso, vimos de relance que a tentativa de suicídio foi provocada justamente pela misteriosa dama da Corte francesa. Havia rumores de que Camille seria sua filha, mas fomos contextualizados com os fatos. Camille, uma órfã, foi levada para a casa dos Montrachets e foi “adotada” por Jacqueline. Também vemos que há algo que também deu gatilho na dama de branco: ao ser agredida por Camille com um banho de sangue nas ruas, voltou a ficar “paranóica” e trancada em casa. Henri De Montrachet (Tom Wlaschiha), que tem algo a ver com a insegurança da mulher em relação à Camille, a alerta que “não vai aceitar que ela volte a agir como antes” e que ela é esperada de manter seu papel na sociedade. É por Henri que temos uma referência do clima nas ruas, de insatisfação da população empobrecida, ao suspeitar que o banho de sangue veio de uma qualquer na rua, não de Camille.

Esse conselho ou ameaça ajudou de alguma forma Valmont, que consegue se aproximar de Jacqueline novamente e já está nos pensamentos dela.

Falando em Valmont, ele quer um acordo mais equilibrado com Camille. Se ele tem que seduzir Jacqueline, precisa saber o objetivo da ex-amante. Ela reluta em compartilhar sobre seu passado, mas ele sai na frente. Quer em troca que Camille se aproxime de sua madrasta e entenda COMO ela conseguiu convencer ao Visconde de Valmont de passar o título de Pascal para o filho da segunda esposa. Camille fica tocada e se compromete em ajudar. Temos agora os dois agindo em paralelo.

No entanto, a futura Marquesa de Merteiul tem muitos obstáculos. Se aproximar da madrasta de Valmont foi fácil, mas lutar contra o Marquês de Merteiul (Michael McElhatton) está se divertindo com os esforços dela de vencê-lo. Não apenas ele já tem uma noiva engatilhada para um novo casamento, como tenta subornar – depois ameaçar – Victoire (Kosar Ali) para recuperar a carta que o expõe. Acaba conseguindo manipular Majordome (Hakeem Kae-kazim), que cede e com isso a única arma de Camille é queimada. Mas, graças as Valmont, ela já está à frente.

Com a referência da carta à Ariadne, Camille descobre que não é uma mulher, mas uma sociedade secreta reservada apenas para homens. Valmont a ajuda a entrar disfarçada de homem e ela descobre que Merteiul é o o dono do bordel onde a elite onde nobres realizam suas fantasias sexuais e sofrem chantagem por isso. Portanto Camille agora tem a chance de mais uma vez surpreendê-lo.

A trama paralela do obcecado Gabriel, que é repreendido por seus superiores por trabalhar em um caso pessoal (localizar Camille) finalmente descobre que ela não está morta. Onde ele se encaixa nisso tudo? Ainda não sabemos. Mas certamente vai interferir nos passos de Valmont e Camille.

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s