10 fatos que estarão em The Crown

Faltam 8 dias para o lançamento de The Crown, e muitos dos fatos que antecipamos ver, estão confirmados.

O Incêndio no Castelo de Windsor

Muito óbvio, assim como o discurso do Annus Horribilis, a entrevista da BBC… sabemos a lista. Mas o incêndio em Windsor, em 1992, é a primeira imagem do trailer porque simboliza muitas coisas, entre outras como o reinado de Elizabeth II “pega fogo” e fica em cinzas com os casamentos infelizes de seus três filhos, todos envolvidos com escândalos (sendo o de Charles e Diana, claro, maiores).

O estrago do incêndio foi enorme – destruiu 115 aponsentos – e resultou em mudanças incríveis, como a abertura do Palácio de Buckingham para visitação para ajudar a financiar os reparos do Castelo de Windsor, assim como a rainha Elizabeth começou a pagar impostos sobre sua renda.

O discurso do “annus horribilis”

1992 não é um ano em que olharei para trás com puro prazer”, a Rainha disse em seu discurso. “Nas palavras de um dos meus correspondentes mais simpáticos, acabou por ser um ‘Annus Horribilis’. Suspeito que não sou a única a pensar assim”, ela seguiu no discurso para o Parlamento

Foi o ano das separações de Anne, Charles e Andrew, do incêndio e da publicação da biografia de Diana, Diana: Her True Story, que na época era considerada ” sem autorização, mas com tantos detalhes que a fonte era inegável. Foi também o ano do Jubileu de Rubi de Elizabeth II, completando 40 anos com a coroa. Trinta anos depois, quando ela completou 70 anos como Rainha, não estava muito diferente diante dos escândalos na Família Real. Será interessante ver a semente sendo plantada…

A separação oficial

A temporada 4 terminou com uma Princesa Diana desolada, desapontada e cansada de lutar sozinha para que seu casamento desse certo. Era ainda o final dos anos 1980s. Quando entramos nos anos 1990s, a guerra velada entre o casal era mais do que óbvia, apesar das fotos e comparecimentos em eventos sociais. As infidelidades mútuas viraram notícia. Em 1992, o primeiro ministro John Major anunciou a separação de Charles e Diana, mas o divórcio só viria quatro anos depois, como consequência da famosa entrevista da princesa à BBC.

John Major como Primeiro Ministro

Toda temporada de The Crown foca também nos Primeiros-Ministros. Depois de 11 anos no cargo, Margaret Thatcher foi substituída por John Major, em 1990. Interpretado por Jonny Lee Miller , veremos as dificuldades políticas da época, com recessão econômica e a derrota do Partido Conservador, em 1997, quando Major foi substituído por Tony Blair, que também deve ter destaque ainda na temporada.

Diana: livro, vestido da vingança, Hasnat Khan, Dodi Al Fayed e a entrevista

As notícias dos anos 1990s relacionadas à Família Real eram 90% ligadas à Diana. Veremos como gravou entrevistas para Andrew Norton escrever a biografia, como cresceu sua amizade e ligação com a família Al Fayed, sim, “o vestido da vingança” e seu romance com o cirurgião Hasnat Khan. Terminaremos a temporada quando ela inicia o namoro com Dodi Al Fayed.

O vestido será uma resposta à entrevista de Charles à BBC antes da dela, na qual ele admitiu para todos que tinha um romance com Camilla Parker-Bowles, mas alegava ter tentado salvar o casamento com Diana. Isso foi depois de gravações entre Charles e Camilla terem vazado para a imprensa (sim, o famoso diálogo sobre “tampão” será reproduzido) e a princesa ficou tão revoltada que decidiu dar sua versão para os fatos.

Hoje sabemos que Martin Bashir forjou documentos para alimentar algumas suspeitas de Diana – todas infundadas – gerando uma nova controvérsia sobre o evento. Diante de seu impacto no que aconteceu a seguir, era inevitável.

Viagens oficiais de Elizabeth II, flashbacks e o romance de Philip

A viagem de Elizabeth II à Rússia, em 1994, deve constar da temporada (a confirmar). Assim como a amizade do príncipe com Penelope Knatchbull, que por muitos anos foi sugerida como um romance aceito por Elizabeth.

Outra viagem oficial que vai entrar na temporada é a visita da Rainha à Escócia por ocasião da celebração dos 400 anos do Commonwealth, também conhecido como a união das Coroas. E sim, teremos o Baile de Ghillies de 1991, o último antes da separação dos filhos e do incêndio de Windsor.


Na 6ª haverá também um flashback da Rainha para o fim da 2ª guerra mundial, quando ela e a princesa Margaret tiveram a autorização de celebrarem (disfarçadas), junto com a população feliz. Outro fato que deve aparecer na temporada é a luta de Margaret contra o câncer e o alcolismo, que começaram no início dos anos 1990s e culminaram com sua morte, em 2002.

William adolescente, no meio das brigas dos pais

A pré-adolescência do futuro Rei foi marcada pelo pior período do casamento dos pais, com escândalos e muitas brigas, onde ele acaba sendo o conselheiro da mãe. Quem já viu a série, diz qye seu retrato, no entanto, não é muito simpático…

A morte de Diana

A morte de Diana não entra na 5ª temporada de The Crown. Pelas imagens das gravações, o acidente em Paris deve abrir a temporada 6, portanto ainda teremos muita polêmica mais à frente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s